CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 12,90/MÊS

Cremes para cabelos podem causar cegueira? Entenda os casos

Após passar pomadas para cachos e mergulhar na piscina, algumas pessoas perderam a visão temporariamente

Por Kalel Adolfo Atualizado em 1 abr 2022, 14h47 - Publicado em 31 mar 2022, 13h49

Quem acompanhou as redes sociais nos últimos dias pode ter se deparado com um enorme escândalo: os cremes e pomadas modeladoras de tranças que estão causando cegueira temporária — e até definitiva. De acordo com as vítimas, a situação assustadora pode acontecer quando você passa alguns destes produtos no cabelo, e em seguida, mergulha no mar ou piscina.

Até o momento, a Anvisa continua investigando algumas das marcas que vêm sendo denunciadas na internet. Mas independente de quais sejam as empresas, é comum que pomadas modeladoras de tranças prejudiquem a nossa visão? É possível evitar acidentes graves caso essas substâncias entrem em contato com os nossos olhos? Para entender tudo isso, Claudia conversou com os oftalmologistas Hallim Feres Neto — membro do Conselho Brasileiro de Oftalmologia — e Jonathan Lake — Diretor Médico do Grupo Opty. Veja a seguir:

Por que algumas pomadas causam cegueira temporária?

De acordo com Jonathan Lake, é necessário estar atento aos componentes das pomadas e cremes para cabelo, especialmente os caseiros: “Alguns trazem misturas de óleos essenciais, gelatina e substâncias capazes de trazer odores e consistência aos fios. E apesar de não estar explícito na embalagem, estes produtos podem conter amônia”, revela.

O oftalmologista alerta que a amônia, ao entrar em contato com o cloro da piscina, acaba se transformando em cloramina, elemento potencialmente danoso aos olhos. “O fato das crianças também estarem sendo afetadas chama bastante a atenção para a presença deste elemento nos cremes”, aponta.

Hallim Feres complementa afirmando que é essencial analisar a embalagem, a fim de garantir que o produto foi oftalmologicamente testado.

Continua após a publicidade

Quanto tempo dura a cegueira temporária?

Jonathan explica que, normalmente, essas pomadas modeladoras provocam irritações na córnea, mucosa responsável por proteger o olho. “A ceratite é a condição mais comum. Ela nada mais é do que uma inflamação no epitélio da córnea que diminui a visão temporariamente. Isso pode se estender por dias, dependendo da substância que entrou em contato com a vista”, alerta o especialista.

Quando retiramos o fator agressor, a córnea costuma se regenerar em até 48 horas. Porém, é preocupante quando a cicatrização não acontece de forma correta, deixando a parte anterior ao globo opaca, ao invés de transparente. Nestes casos, a visão pode não voltar ao normal”, pontua Hallim. Por isso, é extremamente importante buscar atendimento médico imediatamente após qualquer incidente e nunca realizar tratamentos caseiros.

O que fazer quando esses produtos caírem nos olhos?

Feres esclarece que, antes mesmo de sair de casa, é imprescindível lavar os olhos exaustivamente com água corrente ou mineral por pelo menos dez minutos. “Alguns produtos químicos continuam a queimar os olhos se não forem devidamente retirados. O tempo de espera entre o transporte e o atendimento num pronto-socorro oftalmológico pode determinar o futuro de sua visão”, diz o membro do Conselho Brasileiro de Oftalmologia.

“Já no consultório, o médico vai conferir se precisará lavar mais os seus olhos. Logo em seguida, ele poderá prescrever pomadas cicatrizantes, colírios, lubrificantes, anti-inflamatórios e antibióticos. Em alguns casos, pode ser necessária a oclusão — tampão — por alguns dias”, conclui Hallim.

 

Continua após a publicidade

Publicidade