Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Coronavac até o momento é segura para crianças e adolescentes

De acordo com o laboratório da Sinovac, imunizante é eficaz para crianças e adolescentes de 3 a 17 anos

Por Da Redação 23 mar 2021, 16h21

A vacina Coronavac, da Sinovac Biotech, após estudo feito com 500 pessoas de 3 a 17 anos, se mostrou eficaz na imunização dessa faixa etária contra Covid-19.  Os resultados ainda estão em fase inicial de estudos e a empresa chinesa anunciou as primeiras evidências na segunda-feira (22), como disse o G1.

As crianças e adolescentes testados receberam duas doses médias ou baixas da vacina ou um placebo. De acordo com Zeng Gang, pesquisador do laboratório, disse que a maioria das reações adversas foi branda.

Apenas duas crianças que receberam a dose menor da imunizante tiveram febre alta e foram categorizadas como grau três, segundo o especialista, que não deu mais detalhes do estudo.

O estudioso ainda disse que os níveis de anticorpos desencadeados pela vacina CoronaVac em crianças foram maiores do que aqueles vistos em adultos 18 e 59 anos e em pessoas idosas, esses dados foram descobertos e coletados em testes clínicos anteriores.

Para faixa etária infantil de 3 a 11 anos, a dose menor conseguiu induzir reações de anticorpos favoráveis, e a dose média funcionou bem nos jovens de 12 a 17 anos.

Dados preliminares não foram por enquanto publicado em revistas especializadas e/ou analisados pela comunidade científica. Os teste de estágios avançado da Sinovac no exterior, estão testando a capacidade da imunizante de combater a Covid-19, mas ainda sem faixa etária.

Também há um estudo sobre a aplicação da terceira dose oito meses após o paciente tomar a segunda, que representa mais um reforço clínico na China.

A Sinovac já forneceu 160 milhões de doses de vacina a 18 países e regiões, inclusive a China, e mais 70 milhões de doses já foram aplicadas. Atualmente, é um dos imunizantes usados no Brasil, fabricado pelo Instituto Butantan, em São Paulo.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade