Cheiro do companheiro reduz estresse em mulheres, aponta estudo

Aquela sensação gostosa de ficar bem próxima ao companheiro tem explicação científica

Você já se viu pegando uma peça de roupa do seu namorado ou marido para sentir o cheiro do seu parceiro e se sentir acolhida? Pois bem, essa sensação tem uma explicação. Um estudo realizado pela Universidade da Colúmbia Britânica, no Canadá, indicou que o cheiro do companheiro é capaz de diminuir o nível de cortisol no organismo feminino.

Leia também: Estudo aponta que um amigo de infância ajuda a elevar a saúde

Este hormônio está relacionado com o seu nível de estresse. Quanto maior o nível deste hormônio no seu organismo, pior. “Muitas pessoas usam a camisa do companheiro ou dormem no lado do parceiro da cama quando ele está ausente, mas não percebem por que fazem isso. Apenas o perfume, mesmo sem a presença física, pode ser uma ferramenta poderosa para ajudar a reduzir o estresse”, afirmou Marlise Hofer, uma das autoras do estudo.

A pesquisa teve a participação de 96 casais. O procedimento feito foi: os homens tiveram que vestir uma camisa por um dia inteiro e depois a roupa seria embalada e guardada. Depois, as mulheres eram expostas a três tipos de camisetas: um nova, a do seu parceiro ou a uma de um estranho. Em seguida, elas foram participar de um teste para medir os seus níveis de estresse.

Aquelas que tiveram contato com a blusa do seu parceiro, tiveram um grau menor de cortisol em comparação àquelas que entraram com o odor de um estranho. O resultado foi publicado pelo Journal of Personality and Social Psychology.

O cheiro carrega uma sensação de familiaridade e por isso tem o poder de diminuir o estresse, indica Frances Chen, outro autor do estudo. “Com a globalização, as pessoas estão viajando mais a trabalho e se mudando para novas cidades. Nosso estudo sugere que algo tão simples como levar uma peça de roupa usada pela pessoa amada pode ajudar a baixar os níveis de estresse quando se está longe de casa”.

Leia sobre: Esta é a melhor forma de se terminar com alguém, aponta estudo

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s