CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

Vacina da Pfizer é autorizada para crianças de 5 a 11 anos nos EUA

A agência reguladora, FDA, e o Centro de Controle e Prevenção de Doenças recomendam o imunizante para a faixa etária

Por Da Redação Atualizado em 3 nov 2021, 15h28 - Publicado em 3 nov 2021, 12h30

Nos Estados Unidos, crianças com idade entre 5 e 11 anos tiveram o aval do Centro de Controle e Prevenção de Doenças, órgão de saúde do país, para receber a vacina da Pfizer contra a Covid-19. Com a autorização divulgada nesta terça-feira (2), a expectativa é que a nova fase da campanha de imunização tenha início nesta semana.

“O CDC agora expande a recomendação de vacinação para cerca de 28 milhões de crianças nesta faixa etária nos Estados Unidos e permite que os distribuidores comecem a vaciná-las o mais rápido possível”, apontou o comunicado da farmacêutica. Antes da decisão do Centro de Controle, a  agência reguladora dos Estados Unidos (FDA, sigla em inglês) já havia aprovado a inclusão do novo grupo na última sexta-feira (29).

A votação teve resultado unânime e com apenas uma abstenção. Segundo os especialistas, os benefícios do imunizante no combate aos efeitos da Covid-19 superam eventuais riscos.

No dia 22 de outubro, a Pfizer  divulgou o resultado das análises feitas com voluntários desta faixa etária. O estudo provou que a vacina contra a Covid-19 é segura, uma vez que a mesma é 90,7% eficaz no combate a infecções.

A pesquisa contou com a participação de 2.268 crianças, sendo que uma parte recebeu as duas doses do imunizante e a outra placebo. O intervalo entre as vacinas foi de três semanas e a dose equivale a um terço da quantidade direcionada aos adolescentes e adultos.

Dentro do grupo que recebeu o placebo, 16 crianças acabaram contraindo a doença. Já no grupo das imunizadas, o contágio aconteceu com apenas três participantes.

Continua após a publicidade

Publicidade