Clique e Assine CLAUDIA por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Salário mínimo aumenta para R$ 1412 em 2024; entenda o que muda

Nova legislação prevê que mínimo suba conforme a inflação e a alta do PIB; medida é válida a partir de janeiro

Por Lorraine Moreira
27 dez 2023, 13h33

O governo federal oficializou que o salário mínimo em 2024 será de R$ 1.412, representando um aumento de R$ 92 em comparação com o valor atual de R$ 1.320. A mudança entrará em vigor a partir da próxima segunda-feira, 1º de janeiro. 

A Constituição diz que trabalhadores urbanos e rurais têm direito a um “salário mínimo, fixado em lei, nacionalmente unificado, capaz de atender a suas necessidades vitais básicas e às de sua família com moradia, alimentação, educação, saúde, lazer, vestuário, higiene, transporte e previdência social, com reajustes periódicos que lhe preservem o poder aquisitivo, sendo vedada sua vinculação para qualquer fim”.

O salário mínimo deve ser ajustado, pelo menos, conforme a inflação, para assegurar a manutenção do poder de compra. Se ela subir 5%, ele deve aumentar 5% também. Durante os governos de Michel Temer e Jair Bolsonaro, o reajuste seguiu essa abordagem, ocorrendo apenas conforme a inflação, sem ganho real.

Se o governo Lula seguisse apenas esse critério, o valor seria de R$ 1370,82. No entanto, o presidente prometeu valorizar o salário, o que significa um crescimento superior à inflação.

Como foi feito o cálculo?

O cálculo foi realizado conforme a nova política de valorização do salário mínimo, sancionada pelo presidente Luís Inácio Lula da Silva (PT) em agosto. O valor leva em consideração o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) acumulado nos 12 meses até novembro, além do resultado do PIB.

Continua após a publicidade

O novo salário mínimo ficou R$ 9 abaixo da previsão estabelecida no Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA), que o governo federal encaminhou ao Congresso Nacional em agosto. Estima-se que o impacto fiscal desse ajuste seja de R$ 35 bilhões.

O presidente Lula assinou o decreto antes de entrar em recesso e partir para a base naval da Restinga de Marambai, no Rio de Janeiro.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Moda, beleza, autoconhecimento, mais de 11 mil receitas testadas e aprovadas, previsões diárias, semanais e mensais de astrologia!

Receba mensalmente Claudia impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições
digitais e acervos nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de 14,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.