Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Repórter da Globo recebe ameaça de morte após matéria no ‘Fantástico’

A reportagem expôs o fuzilamento realizado pelo Exército a um carro; o motorista de 51 anos morreu

Por Da Redação Atualizado em 18 fev 2020, 10h08 - Publicado em 8 abr 2019, 11h40

O repórter Carlos de Lannoy, da Rede Globo, usou as redes sociais para denunciar ameaça de morte que recebeu após fazer uma reportagem, vinculada no último domingo (7) no “Fantástico”. A matéria tratava de um veículo que foi fuzilado por agentes do exército no Rio de Janeiro, matando o motorista Evaldo Rosa dos Santos, de 51 anos.

No Instagram do jornalista, um usuário ameaçou: “Se você escolher falar merda e defender bandido é escolha sua. Seu merda! Se for errado paga com a vida! Mexeu com o exército, assinou sua sentença! Sua família vai pagar! Aguarde as cartas.”

Nos comentários, Carlos respondeu: “”Você vai responder por essa ameaça. O que você fez não é apenas uma afirmação vergonhosa, infeliz e lamentável, mas um crime previsto em lei. Aguarde”.

Posteriormente, o jornalista usou sua conta no Twitter para expor a ameaça.

Em nota, o exército afirmou que a patrulha teria se deparado com um assalto e que “dois criminosos, que estavam a bordo de um veículo, atiraram contra os militares, que por sua vez responderam”.

Leia mais: Aplicativo facilita denúncia de assédio em transporte

FLIP terá escritora Carmen Maria Machado

Siga CLAUDIA no Youtube

Continua após a publicidade
Publicidade