Padre ajudou a salvar relíquias de Notre-Dame

Santa Coroa e Santíssimo Sacramento foram salvos do incêndio que atingiu a construção

Jean-Marc Fournier, capelão do Corpo de Bombeiros parisiense, ganhou status de herói após atuar na operação que lidou com incêndio da Catedral de Notre-Dame, na segunda-feira (15). Após entrar na igreja com os bombeiros que tentavam apagar as chamas, o padre conseguiu resgatar duas importantes relíquias do templo.

Segundo informações da rede de televisão cristã local KTO, Fournier salvou a Santa Coroa, uma peça feita a partir de pedaços da suposta coroa de espinhos usada por Jesus no momento de sua crucificação.

 (Philippe Wojazer/Reuters/Reprodução)

Além dela, o sacerdote conseguiu proteger também o Santíssimo Sacramento, que são as hóstias já consagradas usadas durante a celebração da Eucaristia e cujo armazenamento, em geral, se dá em um cálice de ouro ou prata.

Mas esta não foi a primeira vez que Fournier atuou em uma operação de resgate. Em novembro de 2015, o padre ajudou a confortar feridos e familiares das vítimas do atentado contra a casa de shows ‘Bataclan’. Parte de uma série de ataques perpetrado por extremistas islâmicos, o ato deixou 89 mortos.

Os danos

Com mais de 850 anos de existência, a Catedral de estilo gótico é o monumento histórico mais visitado da Europa. As áreas mais atingidas pelo incêndio foram o teto, que desabou junto do pináculo, torre em forma de flecha.

Os impactos na estrutura da igreja ainda estão sendo avaliados. “Os danos serão imensos”, resumiu Emmanuel Grégoire, adjunto da prefeita de Paris, Anne Hidalgo.

Leia também: Louis Vuitton e Dior doam 200 milhões de euros para Notre-Dame

+ Como será a reconstrução da Catedral de Notre-Dame

Siga CLAUDIA no Youtube