Norte-americana torna-se primeira mulher trans a amamentar

A produção de leite atual é o suficiente para alimentar o bebê pelas próximas seis semanas

Uma mulher de 30 anos se tornou a primeira transgênero a conseguir amamentar após a realização de tratamentos hormonais. A notícia foi divulgada pelo The Independent nesta quarta-feira (14).

Ao The Independent, ela disse que sua companheira estava grávida, mas não desejava amamentar a criança. Assim, ficou decidido que caberia a ela realizar a função.

Para isso, a mulher, que manteve sua identidade anônima, passou por um tratamento no Centro Mount Sinai, em Nova York. Na instituição, ela recebeu dose de domperidona (10 miligramas, três vezes ao dia) para iniciar a lactação. Ela também fez uso da bombinha tira-leite para estimular o organismo.

Como resultado, a mulher consegue produzir leite o suficiente para alimentar o filho para as próximas seis semanas.

Leia mais: “Não passei pela gestação, mas consigo amamentar minha filha adotiva”

+ Carnaval de São Paulo tem sua primeira rainha de bateria trans