Clique e assine Claudia a partir de R$ 5,90/mês

Netflix lançará documentário sobre os assassinatos da família Watts

O filme contará com gravações e imagens inéditas e deve estar disponível na plataforma a partir de 30 de setembro

Por Da Redação - 17 set 2020, 19h43

A Netflix divulgou nesta quarta-feira (16) o trailer oficial de seu novo documentário sobre um crime real, American Murder: The Family Next Door. O filme contará a história dos assassinatos da família Watts, que chocaram os Estados Unidos em agosto de 2018.

Do estado do Colorado, a família era composta por um casal e duas filhas crianças. Para quem os conhecia, eles pareciam viver uma vida perfeita, até que, o dia 13 de agosto de 2018, Shanann Watts, a mãe, que estava grávida, e suas duas filhas Bella, de 4 anos, e Celeste, de 3, desapareceram na cidade de Frederick. O sumiço foi reportado por Chris, o pai, que deu inúmeras entrevistas à televisão implorando pela volta de sua família e, aparentemente, colaborando com as investigações.

Dois dias depois, após ser reprovado em um teste com um detector de mentiras, Chris Watts assumiu que havia matado a esposa, porque ela teria tentado estrangular as filhas depois de ele pedir o divórcio. Com a investigação, foi descoberto que, na verdade, ele foi o responsável pelos quatro crimes – o assassinato da esposa, das duas filhas e do bebê que ainda estava na barriga. O corpo de Shanann foi encontrado enterrado no local de trabalho de Chris, a 65 km de onde moravam, e os de Bella e Celeste dentro de tanques de óleo no mesmo lugar. Ele foi condenado à prisão perpétua em novembro de 2018 e cumpre a pena em uma prisão de segurança máxima em Wisconsin.

O documentário, dirigido por Jenny Popplewell, contará detalhes do caso e da investigação através materiais inéditos, como fotos de família, vídeos caseiros, gravações de telefone, mensagens de texto e posts em redes sociais. American Murder: The Family Next Door será lançado na plataforma de streaming no dia 30 de setembro.

Assista ao trailer:

O que falta para termos mais mulheres eleitas na política

 

Continua após a publicidade
Publicidade