Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Nasce 1° bebê a ser gerado por útero transplantado de doadora morta

Caso aconteceu no Brasil. Gestação seguiu dentro do esperado

Por Da Redação Atualizado em 19 dez 2017, 15h56 - Publicado em 19 dez 2017, 15h54

O primeiro bebê do mundo a ser gerado em um útero transplantado de doadora morta nasceu na última sexta-feira (15) no Hospital das Clínicas, em São Paulo. Ela sofreu morte cerebral em 2016.

A mulher que recebeu o útero é portadora da síndrome de Rokitansky e nasceu sem o órgão. O transplante aconteceu no próprio HC, em uma cirurgia que durou cerca de dez horas.

Após a recuperação, iniciou-se a tentativa de engravidar. Na primeira vez, com transferência de embriões formados pelos óvulos da mulher com os os espermatozoides do marido, eles já obtiveram sucesso. A gestação seguiu dentro da normalidade e o útero foi retirado em seguida para não colocar a paciente em risco.

Nos Estados Unidos, outra mulher com o útero transplantado deu à luz uma criança, mas o órgão veio de uma doadora viva.

Continua após a publicidade
Publicidade