Mulher espancada em apartamento no RJ recebe alta médica

Mulher foi agredida por quatro horas durante um encontro com um rapaz

Elaine Perez Caparroz, a paisagista que foi espancada durante quase quatro horas dentro do próprio apartamento no último sábado (16) recebeu alta médica na manhã desta sexta-feira (22).

A vítima de 55 anos permaneceu internada desde o dia 16 no Hospital Casa de Portugal, no Rio Comprido, Zona Norte do Rio, após ser violentamente espancada pelo bacharel em direito Vinícius Batista Serra, de 27 anos, durante um encontro.

Leia mais: Homem que espancou mulher já foi denunciado por agredir irmão deficiente
+ Lutador Rayron Gracie, filho de mulher espancada, homenageia a mãe

Os exames indicam que ela sofreu várias fraturas no rosto e perdeu um dente durante as agressões. Segundo o médico Ricardo Cavalcanti, responsável pela avaliação plástica do rosto de Elaine, em entrevista ao G1, a reconstrução da face dela deverá durar aproximadamente seis meses.

“A parte clínica está estabilizada, a parte emocional talvez tenha um caminho pela frente. Ela tem bastantes edemas. Foi agredida principalmente no rosto e tórax. A recuperação deve durar de 3 a seis meses. A próxima etapa é melhorar dos hematomas. Posteriormente ver as consequências das agressões. Nenhum osso está fora do lugar. Ela tem olhos inchados e, no momento, não consegue abrir direito o olho esquerdo, pois teve um descolamento da retina”, disse Helio Primo, coordenador da clínica médica, ao portal de notícias.

Elaine conheceu o rapaz pela internet e os dois trocavam mensagens há cerca de oito meses até que marcaram um jantar na casa dela. A mulher contou que as agressões começaram quando ela estava dormindo.

“Ele falou então: ‘deita no meu ombro para a gente dormir abraçadinho, pra dormir juntinho. Aí eu falei: ‘tá bom’. Eu acordei com ele me esmurrando a cara”.

O rapaz disse que tomou vinho, dormiu e acordou em surto.

Vinícius teve a prisão preventiva decretada por tentativa de feminicídio. O agressor foi levado para o Hospital Psiquiátrico Robertos Medeiros, no Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, para uma avaliação psiquiátrica. De acordo com a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), ele em um período de observação e sendo acompanhado por uma equipe médica.

A delegada Adriana Belém, da 16ª DP (Barra da Tijuca) aguardava uma melhora de Elaine para colher seu depoimento, o que deve acontecer em breve.