Menina pula de varanda para fugir de tentativa de estupro do pai

Ela passava o final de semana com ele e estava no andar superior da residência quando o homem a atacou

Uma garota de 10 anos pulou do primeiro andar de uma casa para escapar do próprio pai, que tentava estuprá-la. O caso ocorreu no último domingo (8), no bairro de Granja Lisboa, em Fortaleza.

Não perca o que está bombando nas redes sociais

Segundo depoimento da própria menina, ela passava o final de semana com o pai e estava no andar superior da residência quando o homem tapou sua boca e a atacou. Após conseguir se desvencilhar, ela saltou da varanda e rastejou até a casa de um vizinho, que chamou a polícia.

Em relato ao G1, o morador que a socorreu contou que ela pediu ajuda e que, pouco depois, o pai da garota apareceu para tentar convencê-la a voltar para casa. “A única coisa que eu fiz foi mandar ela entrar, fechei o portão. Com pouco tempo o pai dela, sei lá o que ele é dela, desce. Falou nada demais, só disse que era filha dele, que ela não fizesse aquilo, que tava prejudicando ele. Eu disse ‘não, se ela tá prejudicando eu não sei, só sei que na minha casa você não entra, eu quero saber realmente o que tá acontecendo'”.

A criança foi levada para o hospital Instituto Doutor José Frota (IJF), onde chegou chorando, com dores na coluna e apresentando inchaço e olhos roxos. Nesta terça-feira (10), ela recebeu alta, após ser atendida e ficar internada no Centro de Pediatria. O hospital não informou se ela sofreu algum tipo de fratura.

O homem de 34 anos fugiu após o crime e está sendo procurado pela polícia. Ele possui antecedentes criminais por violência doméstica e também responde por três crimes de furto e três de assalto a mão armada. Sua identidade não foi revelada para resguardar a criança.

A mãe da criança, que mora no bairro Bom Jardim, foi informada do ocorrido pela polícia.

Leia também: Professor é afastado após denúncias de assédio em sala de aula

+ Garota de 5 anos com paralisia cerebral morre vítima de estupro no RS

PODCAST – Está na hora de pedir aumento de salário?