CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

Menina de 10 anos engravida de gêmeos após ser estuprada por padrasto

Segundo relatos da vítima, os abusos teriam começado quando ela tinha apenas 6 anos

Por Da Redação 21 jan 2021, 10h00

Uma criança de 10 anos engravidou de gêmeos após ser estuprada pelo próprio padrasto em Governador Valadares (MG). O crime foi denunciado pela mãe da menina, que também está grávida do suspeito, após descobrir a gestação de 14 semanas da filha.

Segundo informações fornecidas por Adeliana Xavier, delegada responsável pelo caso, ao G1, a mulher começou a suspeitar ao perceber que a menstruação da menina estava atrasada e decidiu fazer um teste de gravidez.

“A mãe explicou que a menstruação da filha já estava atrasada há uns três meses e ela resolveu fazer um exame de gestação, foi quando ela descobriu que a menina estava grávida. Conversando com a filha, a filha teria dito que o autor seria o padrasto. A mãe foi tirar satisfação com o companheiro e ele a agrediu”, contou a delegada.

Em depoimento, a vítima relatou à polícia que os abusos teriam começado quando ela tinha apenas 6 anos. “Durante esse período de 6 aos 10 anos de idade, ele a molestou entre quatro e cinco vezes”, disse Adeliana, acrescentando que o último abuso ocorreu em 7 de janeiro.

Desde que a denúncia foi realizada na terça-feira, 19, o suspeito de 26 anos está sendo procurado. Um inquérito foi aberto na quarta-feira, 20, para apurar os fatos e localizar o acusado, que chegou a entrar em contato com a mulher na manhã desta quarta-feira para perguntar sobre os outros filhos do casal. Na conversa, o homem informou que estava na cidade de Conselheiro Pena, também em Minas, mas que não ficaria por lá.

“Como que uma pessoa tem a coragem de pegar uma menina que está com o corpo em formação ainda? Como que ele tem coragem de pegar uma menina, uma criança, e estuprar, sabendo que aquilo é errado?”, lamentou Adeliana. “Eu, como delegada de polícia, eu tenho que me virar do avesso para tentar tirar esse sujeito de circulação.”

Continua após a publicidade

Publicidade