Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

Mãe e filha são agredidas após tentar defender cachorro de maus tratos

Uma das pessoas que estava com o cão o enforcava com a coleira, quando uma das vítimas pediu para que ela parasse

Por Da Redação - Atualizado em 17 fev 2020, 15h01 - Publicado em 31 jul 2019, 11h04

Uma mulher e sua filha foram agredidas por tentarem defender um cachorro de maus tratos em um bar na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, no último domingo (28).

O cachorro estava acompanhado de um grupo de seis pessoas e mais outro cão. O grupo se sentou na mesa ao lado das vítimas. Um dos homens começou a enforcar um dos animais com a coleira. A mulher, então, pediu para que ele parasse.

Segundo testemunhas, mãe e filha foram agredidas pelo homem e por outra mulher que fazia parte do grupo. Posteriormente, uma segunda mulher, que acompanhava os agressores, se juntou aos ataques.

Bom Dia RJ/Reprodução

“Ela foi para cima de mim. Foi quando a minha filha levantou para me defender. Ele empurrou a minha filha e ela pegou no cabelo, me deu um tapa e começou o puxão de cabelo para lá e para cá. Enquanto isso, o cara estava batendo na minha filha e a outra mulher também começou a bater”, afirmou a mãe ao jornal matinal Bom Dia RJ.

Continua após a publicidade

A filha levou socos e pontapés na cabeça e chegou a desmaiar. Depois das agressões, o grupo pagou a conta e fugiu. O caso foi registrado na 16ª DP, da Barra da Tijuca. Os autores da violência ainda não foram identificados, mas responderão por lesão corporal. Os donos do bar prestarão depoimento na tarde desta quarta-feira (31).

Leia também: Menina morre engasgada após ser deixada sozinha em casa

+ Menino de oito anos morre atropelado por trem após ser empurrado

Relacionamento abusivo: saiba se você está em um no podcast Senta Lá, CLAUDIA

Publicidade