Clique e assine com até 75% de desconto

Kristen Welker: mediadora rouba a cena em debate entre Trump e Biden

Elogiada até mesmo por Donald Trump, que anteriormente a atacou nas redes sociais, a correspondente foi o principal destaque do último debate presidencial

Por Da Redação Atualizado em 23 out 2020, 13h06 - Publicado em 23 out 2020, 13h30

O terceiro e último debate presidencial dos Estados Unidos teve como destaque principal a mediadora Kristen Welker. Mesmo com os dois candidatos, Donald Trump e Joe Biden, estando frente à frente, a atenção que a correspondente da Casa Branca ganhou por sua condução não passou despercebida pela mídia local – e nem pelo próprio atual presidente dos EUA.

Depois do caos que foi o primeiro debate presidencial, mediado por Chris Wallace, a organização decidiu criar um “botão de mudo” para cortar o microfone dos candidatos enquanto o adversário falava. Isso porque, no primeiro encontro, houve cerca de uma interrupção a cada minuto.

No entanto, em nenhum momento do debate, Kristen precisou recorrer ao recurso. A mediadora conseguiu conduzir o encontro e interromper os candidatos quando necessário. Sua conduta, inclusive, foi elogiada por Wallace. “Em primeiro lugar, estou com ciúmes”, disse ele ao ser questionado pela Fox News sobre sua opinião após o fim do encontro. “Eu gostaria de ser capaz de moderar esse debate”, completou.

A imprensa norte-americana também destacou a conduta de Kristen durante o debate. O jornal The New York Times analisou que a mediadora “foi educada, mas firme ao orientar a discussão”. Já a CNN a considerou a moderadora mais eficaz da temporada. “Ela se recusou a ser intimidada por Trump ou a deixar que um dos candidatos falasse sobre ela por um longo período de tempo”.

Kristen Welker conseguiu conduzir o debate e interrompeu os candidatos quando necessário, sendo elogiada, inclusive, pelo próprio Trump Chip Somodevilla/Getty Images

O site Mediaite fez um levantamento que mostra que, de fato, a vencedora do debate foi Kristen, mostrando a reação dos jornalistas no Twitter sobre sua conduta. Inclusive, nas redes sociais, a repercussão do debate foi grande e positiva. Seu nome ficou nos Trending Topics (assuntos mais comentados) do Twitter, acompanhado de elogios.

Continua após a publicidade

Trump, horas antes do debate, atacou a jornalista nas redes sociais. “Veja o preconceito, o ódio e a grosseria por parte do 60 Minutos e da CBS. A âncora desta noite, Kristen Welker, é muito pior!”, escreveu, fazendo referência também à jornalista Lesley Stahl, que conduziu uma entrevista na qual o presidente foi embora antes do fim.

No entanto, durante o debate, o atual presidente mudou o tom e também elogiou Kristen. “A propósito, até agora, eu respeito muito a maneira como você está lidando com isso, devo dizer”, afirmou. Essa foi uma das raras vezes em que Trump elogiou um jornalista. Durante seu governo, o presidente assumiu uma postura anti-imprensa, atacando frequentemente jornalistas. Esta postura, inclusive, é bastante parecida com a de Jair Bolsonaro, que atacou a jornalista Patrícia Campos Mello, após ser revelado um esquema de fake news em 2018.

Quem é Kristen Welker?

Kristen Welker nasceu no dia 1º de julho de 1976, na Filadélfia, filha de um engenheiro branco e uma corretora de imóveis negra. Na quinta-feira (22), ela se tornou a segunda afro-americana a moderar um debate presidencial na história dos Estados Unidos.

Kristen Welker cobriu o governo de Barack Obama e faz o mesmo há quatro anos com Donald Trump Jim Bourg-Pool/Getty Images

Formou-se em Jornalismo pela Germantown Friends School na Filadélfia, em 1994, e em Harvard como bacharel em Artes, em 1998. Trabalhou cinco anos como repórter e apresentadora no canal WCAU, de sua cidade natal.

Em 2010, entrou para a NBC News e, depois de uma breve passagem pela sucursal de Los Angeles. Em 2011, se tornou setorista da Casa Branca, cobrindo o governo de Barack Obama, e está lá até hoje, fazendo o mesmo trabalho durante o mandato de Trump. No começo de 2020, ela passou a ser uma das apresentadoras do jornalístico Weekend Today, que vai ao ar aos sábados.

  • Estou com câncer de mama. E agora?

    Continua após a publicidade
    Publicidade