Jovem morre após ser incendiada pelo namorado

O caso aconteceu em Duque de Caxias, no Rio de Janeiro

Uma jovem morreu após ter 40% do corpo queimado em Duque de Caxias, no Rio de Janeiro. No último domingo (1), Taylane Sampaio, 19,  foi incendiada pelo então namorado Leandro Alves, que se entregou na quarta (4), momentos depois de sua morte.

Moradora da favela do Lixão, Taylane foi socorrida pelo próprio companheiro, que a levou para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) da região. No local, ele alegou que uma usuária de crack havia colocado fogo na companheira. A jovem foi transferida para uma unidade hospitalar, mas não resistiu aos ferimentos.

Não perca o que está bombando nas redes sociais

A delegada Fernanda Fernandes informou que o agressor entrou em contradição inúmeras vezes durante seu depoimento. “Ele contou que os dois discutiram depois que ela saiu de casa e demorou a voltar. Durante a briga, foi chacoalhada uma garrafa de álcool e (ele disse) que ela se queimou após acender um isqueiro para consumir droga. Alegou que o álcool também pegou nele, mas que ele conseguiu se secar”, contou Fernanda.

O casal estava junto desde junho, quando Leandro foi beneficiado com liberdade condicional. Conhecido como “Veloso do Trem Bala”, ele foi preso em 2017 pelos crimes de roubo, receptação e resistência.

No hospital, Leandro fugiu após a chegada dos familiares de Taylane, que o acusaram de utilizar álcool ou diesel para incendiá-la.

 

Leia mais: Jovem palestina é assassinada pela família por postar vídeo com namorado

+ Jovem é morta após encontro marcado pela internet

PODCAST – Está na hora de pedir aumento de salário?