Isis Valverde se revolta e posta texto sobre menino Rhuan Maycon

A criança foi morta de forma bárbara pela mãe e pela companheira dela no Distrito Federal

Isis Valverde publicou um texto em seu Instagram falando sobre o caso do menino Rhuan Maycon, que foi morto pela própria mãe e pela companheira dela no final de maio. A atriz postou uma foto do menino e comentou o quão chocada e indignada ficou ao saber do crime.

“Demorei dias para deglutir tanta maldade e desumanidade. Passei dias com um aperto no peito sem conseguir falar sobre o assunto. Me feriu a alma ler e escutar aqueles dois monstros falando sobre como massacraram esta criança com a maior frieza do mundo!”, escreveu.

View this post on Instagram

Demorei dias para deglutir tanta maldade e desumanidade. Passei dias com um aperto no peito sem conseguir falar sobre o assunto. Me feriu a alma ler e escutar aqueles dois monstros falando sobre como massacraram esta criança com a maior frieza do mundo! Eu, sendo mãe, não consigo realizar como alguém conseguiu cometer algo tão obscuro como este assassinato. Tive pesadelos envolvendo a história e hoje decidi escrever aqui uma homenagem a esta criança linda, que não escolheu nascer, não escolheu morrer, que não escolheu NADA. Espero que a justiça seja feita nos céus e na terra, afinal, nem um animal irracional mata sua cria. Não consigo imaginar que tipo de seres são estes que fizeram isto com esta indefesa, amedrontada criança. Quanta dor, quanto medo este menino não sentiu! DEUS receba esta alma com todos os louvores dignos de um ser de luz e que os céus nos ilumine e nos livre de criaturas monstruosas como as que ele conheceu. Amém !!! RHUAN MAYCON, um anjo que passou pela terra 🙏🏻❤️🌹👶🏻

A post shared by isis valverde (@isisvalverde) on

Isis também aproveitou o texto para homenagear Rhuan Maycon. “Tive pesadelos envolvendo a história e hoje decidi escrever aqui uma homenagem a esta criança linda, que não escolheu nascer, não escolheu morrer, que não escolheu NADA. DEUS receba esta alma com todos os louvores dignos de um ser de luz e que os céus nos ilumine e nos livre de criaturas monstruosas como as que ele conheceu”, finalizou.

Rhuan Maycon foi morto a facadas pela mãe e pela companheira dela em um crime que teve enorme repercussão. Segundo laudo, ele foi decapitado ainda vivo. O menino foi esquartejado e as mulheres tentaram queimar o corpo em uma churrasqueira. Elas confessaram o crime.

Leia mais: Sogra de Rafael Miguel quebra o silêncio: “Foram 21 anos de violência”

+ Os últimos dias da menina de 10 anos que nasceu com raríssima condição

Vote e escolha as vencedoras do Prêmio CLAUDIA