Homem é demitido após postar comentário anti-LGBT nas redes sociais

Empregador não gostou do que viu e deu resposta pública

Consultor de vendas de 32 anos foi demitido da empresa em que trabalhava após fazer comentário preconceituoso usando sua conta no LinkedIn. Ele era funcionário da empresa de materiais de construção Votorantim Cimentos.

Em uma postagem da página de um banco sobre o papel das lideranças LGBTI+ na “construção de empresas mais diversas e inclusivas“, na quarta-feira (26) o homem escreveu o comentário: “Líder é líder, independentemente da escolha sexual. Agora, ter um líder LGBT… é de uma idiotice sem tamanho”.

 (LinkedIn/Reprodução)

Seu comentário gerou indignação de outros usuários da rede social, que mencionaram o nome da empresa que aparecia em seu perfil como vínculo atual. No dia seguinte, a empresa informou, no mesmo espaço para comentários, que o funcionário havia sido desligado por conta da manifestação. “Após análise desse comportamento repudiado pela empresa, esclarecemos que o autor do post não faz mais parte do quadro de empregados da Votorantim Cimentos“, afirmou.

Diversos usuários comemoraram a atitude da empresa. “Aplausos pela atitude e rapidez de reação. É o que as pessoas empáticas esperam ver nas empresas responsáveis e coerentes”, escreveu um internauta.

Leia também: Cervejaria faz tuitaço em prol de casa de apoio a LGBTs