Google apresenta estudo inédito sobre o perfil da mãe brasileira

CLAUDIA publica com exclusividade os dados da pesquisa

Um estudo realizado pelo Google e publicado com exclusividade por CLAUDIA apresenta dados que revelam o perfil da mãe brasileira. Ao todo, foram entrevistadas 500 pessoas que mostram as prioridades e gostos dessas mulheres. Os dados foram obtidos por meio de Google Consumer Survey, ferramenta da empresa para conduzir pesquisas on-line em páginas de publishers. 

Apesar de agora assumirem papéis que antes eram menos comuns para as mães, como o trabalho fora de casa e os estudos, a responsabilidade que as mães brasileiras têm em casa não mudou. Elas continuam sendo as principais ou as únicas responsáveis pela criação dos filhos. 30% delas são mãe solo e apenas 1 entre 4 afirma que divide igualmente as responsabilidades na criação dos filhos.

Com cada vez mais tarefas, ter tempo para cuidar de si mesma é a atividade menos praticada pelas mães brasileiras, de acordo com o estudo. Quase 30% dessas mulheres afirmam que atividades físicas e o autocuidado estão no fim da sua lista de prioridades. No topo dela estão o trabalho e o cuidado com os filhos.

Por anos, ser mãe foi uma função completamente idealizada pelas pessoas e pela própria mídia. As propagandas eram repletas de mães perfeitas, que estavam sempre felizes e realizavam a função com muita facilidade. A mãe brasileira não se identifica com isso e, assim, busca na internet uma rede de apoio com outras mulheres.

Quase metade das entrevistadas diz que busca informações sobre a maternidade na internet e 75% afirmam que querem ler e ver experiências reais, por isso recorrem a blogs, fóruns e redes sociais.

A mãe brasileira não é só mãe: ela também trabalha fora, estuda e cuida da casa. Ela quer uma representação mais inclusiva e empática da maternidade, sem o estereótipo da “mãe heroína”. Elas querem ver mães com outros interesses além da maternidade e falar sobre os medos e desafios que enfrentam, já que eles são bem mais comuns do que a visão romantizada que a maioria tem sobre ser mãe.

Abaixo, veja os principais dados da pesquisa:

Leia mais: Mãe de trigêmeas tem R$ 2 bilhões depositados na conta e devolve dinheiro

+ Homem de 28 anos sofre AVC após estalar o pescoço

Siga CLAUDIA no Youtube