Garota é morta por namorado após série de denúncias ignoradas

A britânica Shana Grice, de 19 anos, foi multada por acusar o namorado e fazer a polícia "perder tempo". No ano passado, foi assassinada por ele

Uma adolescente, encontrada morta meses depois de denunciar seu ex-namorado à polícia, foi condenada a uma multa por desperdiçar o tempo dos oficiais.

O corpo de Shana Grice, 19 anos, foi descoberto em seu quarto em Portslade, no Reino Unido, após um ataque em agosto passado. Seu dormitório também foi incendiado.

Leia também: Até quando assistiremos a tantos feminicídios?

O acusado é o ex-namorado, Michael Lane, de 27 anos. O júri foi informado de que ele se tornou “obcecado” pela jovem depois do término. As autoridades locais têm registros de perseguições desde fevereiro de 2016. Na ocasião de uma das denúncias, Grice chegou a ser acusada de “ter causado um desperdício de tempo da polícia”, pois não revelou que o rapaz era seu namorado.

Em um dos últimos episódios, no mês de julho, Lane invadiu a casa da garota para vê-la dormir. Grice recebeu ligações, mas, quando reportou, mais uma vez, a ameaça foi considerada de baixo risco pela polícia.

Leia também: Mais de 50 casos de feminicídio foram notícia este ano no Brasil

Michael Lane responde à acusação de homicídio, mas continua negando a culpa. À Corte, afirmou que entrou em pânico quando a viu morta e fugiu da cena sem ligar para a emergência, checar os sinais vitais da vítima ou contar para a família sobre o caso.