Clique e assine com até 75% de desconto

Família vive a experiência de passar um ano sem comprar itens supérfluos

Apenas coisas essenciais, como alimento e combustível, foram comprados durante este período desafiador

Por Redação CLAUDIA Atualizado em 22 out 2016, 22h06 - Publicado em 2 out 2015, 10h58

Você conseguiria passar um ano inteiro sem comprar nada? Foi esse o desafio que o jornalista e escritor Scott Dannemiller, autor de The Year Without a Purchase: One Family’s Quest to Stop Shopping and Start Connectin (Um Ano sem Compras, em português), e sua esposa, Gabby, propuseram para sua família.

Tudo começou assim: após sentir que tinham perdido o contato com o que realmente importava para a família, o casal americano decidiu, em janeiro de 2013, que não iriam comprar roupas, eletrônicos ou brinquedos durante um ano. O desafio foi mantido em segredo dos seus filhos, Audrey, de 5 anos, e Jake, de 7 anos. E a regra foi clara: só era permitido comprar itens essências, como comida e combustível. Além disso, todos os objetos quebrados deveriam ser consertado, a menos que fosse mais barato substituir. E os presentes nas datas comemorativas? Deveriam ser em forma de experiência em família, como piquenique ou passeio no parque.

No livro, o jornalista conta que sentia que a vida corrida da família levou a eles focarem no que eles possuíam e em tudo que podiam comprar, em vez dos momentos juntos e felizes. Ele disse, ainda, que, apesar de desafiador, a família não se arrepende da experiência, já que o tempo que passam unidos aumentou. Eles saíram muito mais, curtiram os momentos mais simples e passaram a conversar e ouvir um ao outro, já que precisavam decidir as trocas e passeios juntos.

E sabe o que mais foi surpreendente: os filhos não notaram essa mudança de comportamento dos pais. 

Continua após a publicidade
Publicidade