Estabelecimentos de SP devem fazer cadastro do lixo até esta segunda

Gratuito, o registro pretende melhorar o gerenciamento de todas as emissões e destinos de resíduos sólidos gerados na cidade

Estabelecimentos comerciais com CNPJ, incluindo microempresas, MEI, Eireli, entre outras, têm até o final desta segunda-feira (9) para fazer o cadastro no sistema de controle de lixo de São Paulo.

Gratuito, o cadastro deve ser feito no site www.ctre.com.br, tanto por pequenos quanto grandes geradores de lixo. A multa de R$ 1639,60, contudo, só será aplicada a estes últimos, cuja média de produção diária é de, no mínimo, 200 litros de resíduos do tipo domiciliar ou 50 quilos de inertes, como entulho, terra e materiais de construção.

Para efetuar o registro, basta informar dados, como CNPJ, número do IPTU e endereço. No caso dos grandes geradores, é preciso também declarar massa e volume dos resíduos produzidos mensalmente.

Além das empresas situadas na capital, a medida se estende para aquelas com sede fora de São Paulo mas que prestam serviços no processo de transporte, manuseio, reciclagem ou destino final de resíduos sólidos gerados na cidade.

Disponibilizado desde abril, o sistema já conta com 76.229 registros, dos quais aproximadamente 53.500 são de comerciantes. Ainda assim, alguns empresários reclamaram nas redes sociais da falta de informações e do curto prazo.

Realizado anualmente, o cadastro pretende melhorar o gerenciamento de todas as emissões e destinos de resíduos sólidos gerados na cidade. Além disso, diminuir os gastos com a coleta pública do lixo e minimizar a proliferação de pragas urbanas, como roedores, aves e insetos.

Leia também: Suspendida decisão que permitia apreensão de livros na Bienal do Rio

+ Moradores criam “cãodomínio” para cachorros de rua

PODCAST – Está na hora de pedir aumento de salário?