Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Condenado pela morte de Eliza Samúdio, Macarrão deixa a prisão

Preso desde 2010, Macarrão é condenado pela justiça por participação no assassinato da modelo Eliza Samúdio

Por Maria Beatriz Melero 3 mar 2018, 15h18

Luiz Henrique Ferreira Romão, conhecido como Macarrão, 32 anos, deixou a Penitenciária Pio Canedo, em Pará de Minas (MG), na noite da última sexta-feira (2).

O rapaz foi liberado do presídio após obter uma autorização da Justiça de Minas Gerais para que ele possa cumprir o restante da pena em regime aberto. Preso desde 2010, Macarrão cumpria pena no local por sua participação no assassinato da modelo Eliza Samúdio – morta naquele ano.

Leia mais: Mãe de Eliza Samudio: “O meu maior sonho é enterrar minha filha”

Macarrão foi sentenciado pela justiça, em 2012, a 15 anos de detenção em regime fechado por homicídio triplamente qualificado (motivo torpe, asfixia e uso de recurso que dificultou a defesa da vítima). O amigo do goleiro Bruno Fernandes cumpriu oito anos da pena entre regime fechado e semiaberto.

O alvará expedido pela justiça de Minas Gerais, permite, agora que Macarrão cumpra os sete anos que faltam da sentença sem que tenha que retornar à penitenciária. Como Pará de Minas não possui albergues para que os sentenciados cumpram o regime aberto, ele foi colocado em regime domiciliar.

Assim, Macarrão terá de permanecer em casa de 19h até 6h do dia seguinte, fins-de-semanas, feriados e dias santos e tem prazo de 30 dias para comprovar que está empregado. Além disso, está vetado o uso de bebidas alcoólicas, porte de armas e frequentar determinados ambientes. O rapaz também deverá se apresentar ao juiz mensalmente.

Leia mais: Mãe de Eliza Samudio sobre Bruno: “Medo ainda existe”

Continua após a publicidade
Publicidade