CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR R$ 14,90/MÊS

Bombeiros que procuram menino em poço só devem chegar a ele na quarta

O garoto está preso no poço há oito dias e as equipes estão tentando alcançá-lo

Por Da Redação 22 jan 2019, 14h28

Depois de oito dias procurando por Julen, garoto de 2 anos que caiu em um poço no último dia 13, a equipe de buscas cavou um buraco vertical de 71 metros para tentar resgatá-lo. O poço no qual ele caiu tem mais de 100 metros e a equipe só deve chegar ao menino na quarta-feira (23).

O resgate espera que o túnel horizontal escavado deva levar até o local onde Julen se encontra. Assim que chegarem nele, deverão reorganizar a área de escavação e preparar mais equipamentos para a etapa final da busca.

Ao jornal El Mundo, os engenheiros e bombeiros que participam do resgate afirmaram que essa última fase será uma “intervenção manual”. Eles utilizarão picaretas e ferramentas elétricas pneumáticas com o intuito de evitar que pedaços maiores de pedra e terra firam o menino.

Leia mais: Maria Gadú acusa Túlio Gadêlha de machismo em foto com Fátima

Para que o pequeno seja retirado, por fim, os mineradores irão descer em uma espécie de gaiola, parecida com a usada no resgate dos 33 mineiros chilenos em 2010.

No entanto, mesmo com as sondas utilizadas para procurar a criança, ainda não foram identificados sinais de vida no poço. As pessoas chegaram a se perguntar se Julen estaria mesmo no buraco, mas a equipe de resgate encontrou fios de cabelo de criança. Um teste de DNA comprovou que os fios são do menino. “Isso nos dá alguma certeza de que o menino está mesmo ali dentro”, disse Gómez de Celis, uma autoridade local.

Os responsáveis imaginam que ele esteja a cerca de 80 metros de profundidade.

Veja mais: Preta Gil passa mal e é levada para hospital em São Paulo

Siga CLAUDIA no Instagram

Continua após a publicidade
Publicidade