Ex-BBB sugere que Globo ‘abafou’ caso de estupro no programa

Monique Amin foi contratada por 2 anos, mas nunca atuou na emissora. Em 2012, espectadores disseram ter visto Daniel Echaniz fazer sexo com ela desacordada

A edição de 2012 do Big Brother Brasil ficou marcada após o participante Daniel Echaniz ser acusado pelos telespectadores de ter abusado sexualmente da colega de confinamento Monique Amin enquanto ela estava desacordada. A gaúcha participou do Jogo das 3 Pistas, do Programa Silvio Santos, no domingo (25), e deu a entender que a Globo tentou abafar o caso após o fim do programa.

O caso aconteceu em janeiro de 2012. Após uma festa na “casa mais vigiada do Brasil”, Monique foi dormir após beber bastante. Um pouco depois, Daniel se aproximou dela e, para quem acompanhou a cena ao vivo pela internet ou pelo pay-per-view, seus movimentos eram característicos de um ato sexual. Depois de pressão do público, ele foi expulso do reality show “devido a um grave comportamento inadequado”, informou o comunicado da Globo sem dar mais detalhes sobre o caso.

Leia também: Vera Fischer fala sobre como escapava de testes do sofá

Ainda dentro da casa, os dois foram ouvidos pela polícia, mas negaram qualquer relação não consentida. No entanto, o público questionou sobre a impossibilidade de Monique confirmar o ato sexual, uma vez que ela estava claramente desacordada durante o ato.

Seis anos depois, na noite de ontem, Monique contou a Silvio Santos que a emissora carioca manteve dois anos de contrato com ela, mesmo ela não passando em nenhum teste. Ao ser questionada pelo apresentador sobre o que teria motivado a Globo a pagar o salário dela por dois anos mesmo sem ter trabalhos para lhe oferecer, ela respondeu: “Para abafar o caso?”. Silvio então respondeu, enquanto ela fazia sinal de segredo colocando o dedo na boca: “Teve algum problema? Eu não sei qual é o problema, também não quero saber. Não pode falar, né?”

Leia também: Mulheres compartilham seus casos de assédio sexual no transporte

O apresentador insistiu. “Quer dizer que você esteve no programa lá, aconteceu qualquer coisa, para você não falar o que aconteceu, a Globo deixou você ficar lá por dois anos?”, questionou. “Não disseram que era por isso, né? Mas fiquei dois anos lá”, disse Monique.

Assista à conversa completa:

A emissora não se manifestou.

Leia também: Paolla Oliveira tem fotos íntimas vazadas