Família de Marielle entra com ação contra desembargadora que a difamou

Marília Castro Neves voltou a espalhar mentiras sobre a vereadora em sua rede social

Luyara Franco e Monica Benicio, respectivamente filha e viúva de Marielle Franco, entram nesta quinta-feira (26) com ação contra a desembargadora Marília Castro Neves. Segundo o advogado João Tancredo Neves a ação se dá devido “a ofensa que fez a Marielle em uma tentativa de desculpas à professora com Síndrome de Down”, informa o colunista Anselmo Gois, d’O Globo.

Veja também: Grupos de família são principais propagadores de ‘fake news’ no WhatsApp

Foi Marília que espalhou a falsa notícia de que Marielle estava envolvida com o Comando Vermelho. “A questão é que a tal Marielle não era apenas uma ‘lutadora’; ela estava engajada com bandidos! Foi eleita pelo Comando Vermelho e descumpriu ‘compromissos’ assumidos com seus apoiadores”, escreveu a magistrada em comentário no Facebook. “Qualquer outra coisa diversa é mimimi da esquerda tentando agregar valor a um cadáver tão comum quanto qualquer outro.”

Leia mais: Entrevista completa com Monica Benício, viúva de Marielle Franco

Ela já havia sido processada por essa publicação e a nova ação é justificada pela reincidência de Marília em espalhar informações difamatórias contra a vereadora assassinada no dia 14 de março, no Rio de Janeiro.