A cada 11 minutos, uma pessoa foi estuprada no Brasil em 2015

Dados divulgados nesta quinta-feira mostram que, levando em consideração apenas os casos registrados, ocorreram 5 estupros por hora no país no ano passado.

Em 2015, o Brasil registrou 45.460 casos de estupro – o que significa que mais de 5 pessoas por hora sofreram violência sexual no ano passado – sendo 24% deles nas capitais e no Distrito Federal. É o que mostra o 10º Anuário Brasileiro de Segurança Pública, elaborado pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), divulgado nesta quinta-feira (03).

Esse número representa uma retração de 9,9% em relação a 2014, o que não quer dizer que o número de estupros no país diminuiu. “O crime de estupro é aquele que apresenta a maior taxa de subnotificação no mundo, então é difícil avaliar se houve de fato uma redução da incidência desse crime no país”, disse a diretora executiva do FBSP, Samira Bueno.

Leia também: “Sangrando…” Por que o drama da garota estuprada no Rio de Janeiro é o drama de todas as mulheres brasileiras

O levantamento estima que devem ter ocorrido entre 129,9 mil e 454,6 mil estupros no Brasil em 2015. O número mínimo se baseia em estudos internacionais, como o National Crime Victimization Survey (NCVS), que apontam que apenas 35% das vítimas de estupro costumam prestar queixas.

Sendo assim, levando em consideração apenas os boletins de ocorrência registrados, podemos afirmar que, em 2015, ocorreu um estupro a cada 11 minutos e 33 segundos no Brasil.

Leia também: #EuSouSobrevivente: Vítimas de estupro fazem campanha contra a violência sexual

*Com informações da Agência Brasil

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s