Com brechó virtual, projeto arrecada doações para alunos desempregados

As roupas custam a partir de R$10 e podem ser adquiridas até 31 de maio no site do projeto Capacita-ME

A mudança acelerada e constante do mercado de trabalho é um desafio para todos os profissionais que buscam uma recolocação, mas principalmente para os que vivem em situação de vulnerabilidade socioeconômica. Pensando nesse grupo, o Instituto Projeto Capacita-ME oferece cursos gratuitos, seja no modelo presencial (antes da pandemia) ou à distância, que visam uma bagagem técnica e desenvolvimento habilidades. Assim, os participantes podem conseguir melhores oportunidades de trabalho e aperfeiçoamento de gestão de seus próprios negócios.

Porém, por conta da pandemia, além do cancelamento das aulas presenciais, o projeto abriu mais um braço para auxiliar os alunos, que enfrentam uma realidade ainda mais dura por conta do distanciamento social e consequentemente a falta de trabalho. Por isso, um brechó virtual com peças novas e seminovas é organizado pelo projeto até o dia 31 de maio. É possível encontrar peças a partir de R$10.

View this post on Instagram

www.capacitame.net

A post shared by Instituto Projeto CAPACITA-ME (@capacita_me) on

A idealizadora do Capacita-ME! e CEO da Lacoste no Brasil, Rachel Maia, reforça a importância de aprimorar os conhecimentos para melhorar as chances de empregabilidade. “Além de sonhar, neste momento mais do que nunca, precisamos planejar e executar iniciativas como essa”, diz Rachel. “É ser resiliente para os tombos que irá tomar na curva de aprendizado”, completa.

As afirmações da executiva dizem muito sobre a sua trajetória pessoal, que foi transformada por meio da educação. Inspirada pelo pai, que entrou como faxineiro em uma companhia área e alcançou o cargo de engenheiro, Rachel tinha o sonho de ser comissária de bordo. Para cursar os dois últimos anos do ensino médio em uma escola particular, na época, ela decidiu trabalhar para pagar esse investimento. Mas, aprovada na Escola de Aviação Congonhas (Eacon), a carreira na aviação precisou ser deixada de lado, já que o pai fazia questão que todos os filhos fizessem faculdade. Por destino e certa insistência, no curso de Ciências Contábeis, ela se encontrou e conquistou cargos cada vez mais altos em grandes empresas, tornando-se um exemplo de, que com oportunidade e conhecimento, as chances são ampliadas. 

Para quem deseja participar do projeto, é necessário ter mais de 18 anos e preencher este formulário, disponível no site. As vagas são limitadas, por isso as informações serão analisadas para tornar o candidato apto ou não à vaga. 

Resiliência: como se fortalecer para enfrentar os seus problemas

%d blogueiros gostam disto: