Os melhores tipos de calcinha para não marcar no look

Selecionamos quatro peças para você ficar despreocupada com qualquer roupa

Você já teve dificuldade em encontrar uma calcinha que não marcasse nas suas calças e shorts brancos ou em roupas justas? A verdade é que não há problema nenhum que as lingeries apareçam, mas, se essa situação te incomoda, dá para dar um jeito.

Além das calcinhas beges e fio dental, existem outros modelos e cores que são quase invisíveis em qualquer roupa. O lilás clarinho, o cinza e, por incrível que pareça, o vinho, por exemplo, são cores que você pode apostar e, com certeza, não vão aparecer.

Outra dica são sempre escolher a peça do tamanho certo pra você. Se ela estiver muito apertada vai marcar o corpo e se estiver muito larga, as sobras de tecido também vão aparecer. Separamos algumas opções de “calcinhas invisíveis” superconfortáveis para você ficar despreocupada com qualquer look:

Calcinha de cintura alta cortada a laser

 (Pinterest/Reprodução)

Essas são, com certeza, as calcinhas mais certeiras para não marcar na roupa. Como não possuem nenhum tipo de costura, você pode abusar das peças mais justas e elas não vão aparecer e nem incomodar. A cintura mais alta também evita marcas e traz segurança, além de ser muito confortável. Se escolhida nas cores certas, pode ter certeza que ela não vai aparecer.

Calcinha de tule

 (Loungerie/Divulgação)

Apesar de serem delicadas e exigirem mais cuidado ao lavar, as calcinhas desse tecido são ótimas opções. Como são bem finas, elas quase não marcam e também deixam a pele respirar por serem furadinhas. O formato “biquíni”, com laterais mais largas, também ajuda a não marcar.

Calcinha “boxer”

 (Intimissimi/Divulgação)

O ponto alto das calcinhas que lembram cuecas boxers é o conforto. Além disso, por serem maiores, especialmente na parte de trás, não apertam em nenhuma parte do corpo e não deixam marcas em nenhuma roupa.

Calcinha biquíni de algodão

 (Loungerie/Divulgação)

As calcinhas de estilo biquíni são as preferidas de muita gente. De tamanho médio e com as laterais mais larguinhas, elas são muito confortáveis e, em cores mais claras, também não costumam marcar. Já o algodão, segundo os ginecologistas, é o melhor tecido para a saúde íntima, por ser de origem natural e deixar a pele respirar, mas como é mais mole e macio, é necessário ter cuidado redobrado com o tamanho, já que, se ela estiver larga, é muito fácil que o tecido acumule e apareça através da roupa.

Leia mais: Confira looks para arrasar no verão com regata

+ Veja os melhores looks do prêmio Multishow

PODCAST – Por que não sinto vontade de transar?