CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 12,90/MÊS

O palácio mais lendário da Sicília agora é um hotel de luxo

Um ícone da Art Nouveau italiana, o Villa Igiea conta a história de Palermo e está pronto para receber seus hóspedes

Por Marina Marques 27 abr 2022, 18h53

Capital da ilha da Sicília, Palermo, assim como toda a Itália, é o o destino perfeito para quem ama história, arquitetura e gastronomia. Apesar de muito lembrada quando se fala em regiões do sul do país, Palermo ainda fica fora do roteiro comum de muitos turistas, que acabam optando por destinos italianos como Veneza, Milão e Florença.

Entretanto, motivos para visitar Palermo não faltam, a começar pela vista deslumbrante do Golfo de Palermo. A enseada fica localizada perto da cidade que lhe dá nome, sendo que parte da área metropolitana também domina o golfo nos trechos dentro dos limites territoriais dos municípios de Ficarazzi e Bagheria. E é essa a vista privilegiada de quem se hospeda no icônico Villa Igiea, hotel cinco estrelas localizado na base do Monte Pellegrino.

View this post on Instagram

A post shared by Villa Igiea (@villaigieapalermo)

O histórico palácio do século 19 passou por uma restauração que durou dois anos e acaba de abrir suas portas para hóspedes internacionais. Construído a partir de elementos da Art Nouveau, o monumento foi revitalizado pelo grupo hoteleiro britânico Rocco Forte Hotels, famoso por hospedagens em cidades europeias, resorts de praia na Sicília e Apúlia, além de inaugurações recentes na Arábia Saudita e China.

Uma construção que se mescla à história da Sicília

Comprada em 1899 do almirante inglês Sir William Domville pela influente dinastia Florio, então uma das principais famílias da Sicília, a Villa Igiea era inicialmente conhecida como Villa Domville. Ignazio e Franca Florio tinham planejado transformar o grandioso edifício em um sanatório, motivados pela tuberculose de sua filha e inspirados pela posição da Villa na região de Acquasanta (Água Santa), historicamente conhecida por suas propriedades restauradoras.

Villa Igiea, palácio em Palermo
O palácio do século 19 fica localizado em Palermo, na Sicíliia, e traz uma deslumbrante vista para o Golfo de Palermo | Foto: Villa Igiea/Divulgação

No entanto, os planos mudaram e, em vez disso, decidiram criar um hotel de luxo digno dos mais rigorosos padrões internacionais. Para a tarefa de projetar seu grande hotel, o casal contratou Ernesto Basile, premiado arquiteto palermitano e pioneiro do movimento “Sicilian Liberty” (a Art Nouveau italiana). Os jardins em camadas, o enfileirado à beira-mar e a imensa vila com torres foram concluídos e inaugurados no início de 1900, sendo a joia da coroa o Salon Basile com afrescos (obras feitas no teto).

View this post on Instagram

A post shared by Villa Igiea (@villaigieapalermo)

Coincidindo com os últimos dias da Belle Epoque, as temporadas de abertura do Villa Igiea e seu clube, o Cercle des Etrangers, hoje chamado Palazzina Donna Franca, viu jornalistas, magnatas, esportistas e até a realeza enfeitar suas grandes suítes e salões.

Em um de seus momentos mais memoráveis, em 1907, o rei Eduardo VII da Inglaterra, a rainha Alexandra, a princesa Victoria e a czarina Maria Feodorovna desembarcaram no icônico iate Victoria & Albert para almoçar na Villa Igiea e explorar as muitas atrações da cidade italiana.

Entretanto, com a aproximação da guerra, os dias de glória da Villa Igiea foram se esvaindo. O último hóspede digno de nota a ficar antes da Primeira Guerra Mundial foi o rei do Sião, cuja chegada atraiu visitantes de toda parte para se aglomerar nos portões da vila. Ao longo da guerra, inclusive, o palácio foi utilizado como hospital.

A retomada da Villa Igiea

Com a paz restaurada, o palácio foi adquirido pelo Banco di Sicilia e voltou a ser ponto de encontro de ricos e poderosos, que se reuniam para desfrutar de seu clima ameno no inverno. As noites de gala voltaram a ser realizadas na década de 1950, onde os convidados degustavam seus champanhes vestidos de Pucci e Dior.

Foi nessa época também que Palermo virou alvo de produções cinematográficas, tornando-se cenário de filmes de diretores como Roberto Rossellini, Alberto Sordi e De Sica, que escolheram o local para suas obras-primas.

Continua após a publicidade

Estrutura de luxo

Em 2019, a Villa Igiea é adquirida pela Rocco Forte Hotels e começa, então, uma nova era para o resort costeiro. Restaurado pela diretora de design da Rocco Forte Hotels, Olga Polizzi, o espaço foi cuidadosamente renovado, preservando suas características patrimoniais únicas e também repensando as áreas negligenciadas pelo tempo. Um dos focos da restauração foi justamente a Palazzina Donna Franca, icônica ala que abrigava os encontros da família Florio com importantes nomes no clube Cercle des Etrangers.

Villa Igiea - Donna Franca Suite
As suítes contam com espaços relaxantes com vista para o mar | Foto: Villa Igiea/Divulgação

Florio Restaurant

O restaurante é uma viagem no tempo até o auge da Belle Époque em Palermo, onde os convidados mais ilustres da família Florio teriam jantado nesse salão original da época de Luís XVI. Os interiores homenageiam a elegância da época com um esquema de cores contido e janelas do chão ao teto, que banham o espaço com uma luz natural suave e revelam vistas magníficas sobre o Mar Tirreno.

No café da manhã, é possível desfrutar um cardápio sazonal no Giardino d’Inverno, com sua posição privilegiada com vista para os jardins e mar. O cardápio, elaborado pelo chef Fulvio Pierangelini, é inspirado em sua filosofia de simplicidade e generosidade, bem como nos sabores da Sicília.

View this post on Instagram

A post shared by Villa Igiea (@villaigieapalermo)

Igiea Terrazza Bar

Decorado com tons suaves e quentes, o bar é enriquecido por afrescos pintados na década de 1950 pelo renomado artista Eugenio (Gino) Morici, natural de Palermo. O espaço traz uma elegante sala de jogos e música ao vivo todas as noites durante os meses de verão. O bar se conecta a um terraço ao ar livre exclusivo com vista para o cintilante Golfo de Palermo.

View this post on Instagram

A post shared by Villa Igiea (@villaigieapalermo)

A restauração traz ainda o Salone Belmonte original de volta à vida, espaço localizado na Palazzina Donna Franca, pensado para reuniões e conferências. Os dois andares acima do Salone têm vista para o Mar Tirreno e contam com 12 novos quartos e suítes. Entre essas suítes está a joia da coroa do Villa Igiea, a Suíte Donna Franca: um impressionante espaço de 144 m² no decorado com artefatos e arte local.

RFH Villa Igiea - Donna Franca Suite
A suíte Donna Franca oferece um ambiente espaçoso e repleto de história | Foto: Villa Igiea/Divulgação
RFH Villa Igiea - Donna Franca Suite
A Donna Franca Suite é repleta de obras de artistas locais e elementos históricos | Foto: Villa Igiea/Divulgação
RFH Villa Igiea - Donna Franca Suite
Um dos imponentes banheiros de mármore da suíte | Foto: Villa Igiea/Divulgação

O quarto Super King-size traz um espaçoso banheiro em mármore e um terraço privativo de 96 m² com vista para o Golfo de Palermo. No total, a estrutura oferece 78 quartos e 22 suítes, com a utilização de um novo spa com piscina. Um verdadeiro sonho!

Continua após a publicidade

Publicidade