CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

Bons sonhos: veja ideias para deixar sua cama ainda mais confortável

Selecionamos projetos para mostrar como tecidos, texturas e cores podem te ajudar a deixar o quarto mais aconchegante

Por Marina Marques Atualizado em 8 abr 2022, 15h35 - Publicado em 2 abr 2022, 08h02

Chegar em casa após um dia exaustivo e se esparramar na cama é, definitivamente, um dos pequenos prazeres da vida adulta. A composição de móveis, cores e revestimentos do quarto ajuda a criar um clima convidativo, mas é no leito que está o ponto alto do relaxamento – quem nunca desejou uma cama daquelas de hotel cinco estrelas para chamar de sua? Antes de sair comprando dezenas de travesseiros, porém, se atentar aos tecidos e texturas é essencial.

divulgação
A dica de ouro de Fernanda Olinto é trabalhar com amadas e volumes: “Gosto de deixar a cama sempre com um ar por fazer. Ela não fica impecavelmente arrumada, mas nos convida a deitar sem receios” | Foto: Tony Duque/CLAUDIA

Inspirado pelo hygge, filosofia dinamarquesa que remete ao conforto, o quarto acima traz cores neutras para despertar tranquilidade. O uso de tecidos bouclé e veludo no mobiliário, e linho e algodão na roupa de cama somam à estética. “A intenção não foi destacar a cama, mas mesclá-la com o restante do quarto usando o tom sobre tom”, explica a designer de interiores Fernanda Olinto (@fernanda.olintodesign), que assina o projeto acima.

divulgação
| Foto: Renato Navarro/CLAUDIA

Essa união de tonalidades também aparece no trabalho de Shirlei Proença (@shirleiproenca), da foto acima. “Como a cabeceira é da mesma cor da parede, a cama aveludada fica discreta”, detalha.

Divulgação
| Foto: Julia Ribeiro/CLAUDIA

O oposto acontece no quarto reformulado por Ana Toscano (@anatoscanoarquitetura): a base branca da marcenaria em laca e madeira freijó destaca a cabeceira, assinada por Roberto Benedicto, e a roupa de cama terrosa, que aquece o espaço.

Toque leve

Um bom tecido é o carro-chefe de uma cama atraente – ele precisa ser confortável aos olhos e ao toque. “O linho é perfeito para o clima tropical por ser resistente, leve e fresco. Se optar pelo algo dão, é importante prestar atenção à quantidade de fios: quanto maior o número, mais agradável”, explicam Joyce Alves e Tatyane Bernardes, fundadoras da @casa.tropico, marca das roupas de cama que aparecem nos projetos de Shirlei Proença e Ana Toscano.

A dupla indica fugir de tecidos que misturam materiais sintéticos, como poliéster, malha e microfibras. “Além prejudicarem o meio ambiente, duram menos e não proporcionam o mesmo conforto”, explicam.

Harmonize

Divulgação
A partir de uma base leve e neutra, Isabella Nalon compôs a decoração com escolhas que aquecem o ambiente: dos tons alaranjados as texturas mais densas, como camurça e tricô | Foto: Luis Gomes de Souza/CLAUDIA

A chegada das baixas temperaturas traz uma maior criatividade na composição. Projetado por Isabella Nalon (@isabellanalon), o quarto à esquerda recebeu tecidos quentes com texturas e estampas diferentes para evitar o visual monocromático. “As almofadas de tricô e lã foram inseridas de um jeito mais despojado e assimétrico. A intenção era dar um toque jovem, como o morador desejava”, comenta a arquiteta.

Divulgação
| Foto: Evelyn Müller/CLAUDIA

Por outro lado, existe a possibilidade de criar o efeito usando tonalidades dentro de uma mesma paleta, como fez Marina Carvalho (@marina.carvalho.arquiteta). No quarto acima, os tons de verde e cinza dão continuidade ao trabalho das artistas Adriana e Carlota (@adrianaecarlotaatelier), que produziram o painel de parede floral.

Para não errar na escolha das almofadas, as sócias da Casa Trópico indicam respeitar as proporções da cama e das almofadas, em quantidade e tamanho. Na composição, Fernanda Olinto mostra que, para preencher a cama sem pesar, vale apostar em almofadas ou travesseiros grandes e de base neutra. “Depois, vá reduzindo os tamanhos e varie as texturas”, aconselha.

Continua após a publicidade

Dormindo nas nuvens

divlgação
As escolhas de revestimentos e paletas de cores do Refúgio Ori foram embasadas na areia, na argila e nos materiais minerais | Foto: Ellevate Mídia/CLAUDIA

Com ares de refúgio, o quarto ao lado foi projetado pelas arquitetas Amanda Saback e Ana Luiza Veloso (@traama.arq), na CASACOR Brasília, e propõe um retorno àquilo que é essencial. O reflexo desse conceito está na cama Origem, da @reveevoficial, assinada pelo arquiteto Felipe de Medeiros e pela designer Susane Raiter.

Em sintonia com a proposta de uma arquitetura orgânica, a cama mais baixa com linhas arredondadas recebe um colchão elevado. “As laterais da cabeceira ‘abraçam’ a estrutura, tornando a peça mais aconchegante”, explica Susane.

divulgação
| Foto: Jomar Bragança/CLAUDIA

Em contrapartida, o projeto das arquitetas do estúdio @maraudesign, para a CASACOR Minas Gerais (acima), aposta nos acabamentos rústicos sem deixar de lado o visual reconfortante. A cama Piano, também da Reveev, foi inspirada no arquiteto italiano Renzo Piano, conhecido por sua abordagem refinada.

A combinação das pedras na parede e o couro caramelo com o enxoval em cambraia de linho branco cria a perfeita harmonia para uma ótima (e linda) noite de sono.

Tenha em casa

Divulgação
|Foto: Renato Navarro e Júlia Ribeiro/ Arte: Catarina Moura/CLAUDIA

1) Jogo de cobre-leito Foliage Verde 180 Fios, Westwing, R$ 419,90. Compre aqui.

2) Fronha de seda pura, Océane, R$ 428. Compre aqui.

3) Peseira Diana Rose, Westwing, R$ 99,90. Compre aqui.

4) Jogo de cobre-leito Blend, Westwing, R$ 544,90. Compre aqui.

5) Cobertor de casal New Cozy caramelo, Etna, R$ 129,99. Compre aqui.

6) Fronha de seda pura, Amaro, R$ 550. Compre aqui.

7) Almofada Orquídea em algodão, By Kamy, R$ 200. Compre aqui.

Continua após a publicidade

Publicidade