Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Sharon Stone conta, em livro, que foi abusada sexualmente pelo seu avô

Sharon conta que, além dela, a irmã também foi abusada pelo avô

Por Da Redação 30 mar 2021, 17h21

No livro The Beauty of Living Twice (A Beleza de Viver Duas Vezes), atriz Sharon Stone conta suas memórias mais marcantes de vida e infância. Publicada pela editora Knopf, a obra traz seu relato sobre abuso sexual cometido pelo avô, quando ela era criança.

Em entrevista para Folha de São Paulo ela, que tem 63 anos, diz que foi muito difícil convencer a mãe, deixar elas compartilharem essa história porque foi muito dolorosa.

Stone já estrelou filmes como: Instinto Selvagem, Cassino, Rápida e mortal, conta que cresceu em uma família conturbada em Meadville, na Pensilvânia. Ela, que  interpretou muitas mulheres misteriosas e fatais, como em séries mais recentes Mosaic e Ratched, diz que a história da sua vida particular era o grande interesse das editoras para quem ela, a princípio apresentava um projeto de livro sobre contos. Falar de sua vida privada não era bem o que a atriz almejava.

Com temas sensíveis tratados na obra, em especial o abuso familiar, ela chegou a receber uma carta de sua mãe dizendo o quanto publicar esse fato era desconcertante. Ela não sabia que o ocorrido teria acontecido com sua outra filha também. Sharon conta que sua irmã em um momento de bebedeira contou tudo.

O apoio familiar para dividir com o público, histórias tão particulares veio aos poucos. Em uma temporada de gripe forte, leu as histórias da sua vida durante três dias para a mãe e ela ajudou a relembrar alguns detalhes importantes. Ela gravou tudo que a mãe disse e usou para reescrever ou mudar partes das histórias. O livro é totalmente dedicado à mãe.

Ela, que passou a vida inteira vendo pessoas adultas inventarem coisas sobre ela, diz não ter receio da mídia já que está acostumada às invenções a seu respeito.

 

  • Continua após a publicidade
    Publicidade