Clique e assine com até 75% de desconto

Sean Connery, o primeiro James Bond, morre aos 90 anos

Segundo a família, Connery estava mal de saúde há algum tempo e faleceu enquanto dormia

Por Da Redação 31 out 2020, 14h35

Neste sábado (31), Hollywood se despede de Sean Conery, um grande ícone do cinema. Segundo a família, o ator morreu enquanto dormia, durante a madrugada, e encontrava-se mal de saúde há algum tempo. Ele tinha 90 anos e estava nas Bahamas.

Conery nasceu em Edimburgo, na Escócia, em 25 de agosto de 1930. Desde 1975, era marido da artista francesa Micheline Roquebrune. Antes disso, foi casado com a atriz australiana Diane Cilento e com ela teve seu único filho, o ator Jason Connery.

Em 2000, ele recebeu o título de cavaleiro da Ordem Britânica da Rainha Elizabeth II e passou a ser chamado de Sir Sean Conery.

Com mais de 50 anos de carreira, atuou em 94 papéis. Em 1962, foi o primeiro James Bond, no filme O Satânico Dr. No. Ao total, deu vida ao personagem em sete filmes ao longo de 20 anos.

Registro feito em 1964, durante as filmagens de 007 Contra Goldfinger. Foto: Michael Ochs Archives/Getty Images

Concorreu ao Oscar apenas uma vez e levou a estatueta para casa na ocasião, por Os Intocáveis (1987). Conery também será sempre lembrado pelos filmes O Nome da Rosa (1986) e Indiana Jones e a Última Cruzada (1989).

Seu último trabalho como ator foi na série Freedom: A History of US. Depois disso, desempenhou o papel de dublador e narrador até 2012. Em 2005, aos 75 anos, ele revisitou seu mais célebre personagem ao emprestar a voz para o videogame James Bond 007: From Russia with Love.

Na foto tirada em 2017, Connery estava assistindo a um jogo de tênis no US Open. Foto: Clive Brunskill/Getty Images
Continua após a publicidade
Publicidade