CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

Priscila Fantin está mais amadurecida

Após uma pausa, a atriz de Sete Pecados garante, que hoje, é dona do próprio nariz

Por Redação M de Mulher Atualizado em 21 jan 2020, 13h01 - Publicado em 26 out 2008, 21h00

A atriz, que tem oito anos de carreira, 
está de volta à trama atual como Beatriz
Foto: Rafael Campos

Quando Alma Gêmea (2005) acabou, Priscila Fantin tirou um tempo para rever sua vida. Viajou para o exterior, intensificou o convívio com a família e reviu seu arquivo de fotos.”Tive muitos momentos sozinha, meio que de auto-análise…”, diz. O resultado, segundo a atriz de 24 anos, é que, hoje, ela está mais madura e decidida. E esta segurança está à disposição da malvada Beatriz, de Sete Pecados. Enquanto na ficção a moça fará de tudo para conquistar Dante (Reynaldo Gianecchini), na vida real, Priscila mantém um discreto namoro com Duda Nagle, seu irmão na trama. Aliás, sobre o romance, Priscila é taxativa:”Não falo disso!”Prefere discorrer sobre o novo trabalho. Coisa de mulher madura? Vai saber…

Como é lidar com tantos pecados, já que Beatriz representa os sete?
(Risos) Acho que todo mundo tem um pouco de cada coisa dentro de si, tanto virtudes quanto pecados. Todo mundo tem dois lados: o negro e o bom.Todo mundo peca em algum momento da vida. Hoje em dia, por exemplo, ética é uma coisa que não existe no mundo. Bom, mas… a Beatriz pratica todos os pecados, porém, acho que ela tenta se esconder por trás de tanto glamour.

Mas com você linda… Como ela pratica o pecado da gula também?
Acho que ela pratica no sentido de querer sempre mais alguma coisa, de não ficar satisfeita com o que tem, estar sempre querendo mais… Ou, talvez, comendo um bom prato, num restaurante chiquérrimo, pagando caríssimo por isso.

Seu visual, aliás, tem chamado bastante atenção…
Há duas coisas. Primeiro: está todo mundo achando diferente o meu corpo, mas estou, há quatro anos, desse mesmo jeito. O problema é que fiz novelas de época e os vestidos não tinham decote, não mostravam perna nem cintura, enfim… Então, ninguém nunca viu meu corpo, até porque não faço questão de mostrar. Já a Beatriz me exige isso o tempo todo.

E a segunda coisa?
A outra questão é que… Entrei aqui (na Globo) com 16 anos, vou fazer oito anos de carreira neste ano e dei uma parada depois de Alma Gêmea para fazer um balanço da minha vida. Realmente, muita coisa muda dos 16 aos 24 anos, principalmente, nesse bombardeio da mídia e de estar trabalhando o tempo todo, tão nova, com tantas responsabilidades… Então, parei para reavaliar, me redescobrir.

Continua após a publicidade

Que tal essa parada?
Foi fundamental, porque houve um amadurecimento, tanto pessoal quanto profissional. Acho que estou com um ar diferente, sei lá… Parece que peguei a vida, segurei com as rédeas. Porque, antes, ia fazendo qualquer coisa, emendei um trabalho no outro, mesmo não querendo estar aqui. Quando fazia Malhação, eu queria ir embora para BH (Belo Horizonte, onde ela morava), mas ia fazendo, a vida ia me levando…Agora, não. Estou segurando a rédea da vida e coordenando isso melhor.Acho que agora nasceu uma mulher de verdade. Essa é a diferença.

Você disse que nunca quis expor o corpo. Mas, agora, com a Beatriz, isso será inevitável. Como está se sentindo com essa exposição?
Não é algo que me deixe muito à vontade. Por exemplo, fiquei morrendo de vergonha (na coletiva da novela), porque eu sabia que tinha um monte de gente olhando, mas… Bom, é a personagem.

Como é voltar a fazer uma trama atual após tantas novelas de época?
Estava com saudade de fazer uma novela contemporânea. Quando a gente faz uma trama de época, tudo é diferente: o jeito de falar, de sentar, o tempo das coisas. E sentia saudade dessa agilidade, da dinâmica que a gente vive de verdade.

Qual é o seu maior pecado?
Não sei. Tenho um pouquinho de cada um… Mas acho que tenho mais virtudes do que pecados.

Existe algum que a assuste mais?
Aquela coisa da arrogância, de ficar com o nariz em pé, sabe? Acho que esse é o pior de todos, de não olhar para os outros, de olhar para o próprio umbigo o tempo todo.

Como faz para manter o pé no chão?
Sou aquariana com Touro, então, isso já me ajuda. E estou sempre com a família e com os amigos. Acho que isso me segura mesmo.

Continua após a publicidade

Publicidade