Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

O jeito inusitado que Bonner foi trabalhar na enchente

O âncora revela que passou por "perrengue" para chegar à emissora depois da forte tempestade que atingiu o Rio de Janeiro

Por Da Redação Atualizado em 18 fev 2020, 10h00 - Publicado em 11 abr 2019, 10h52

Não está fácil para ninguém, nem mesmo para William Bonner. Na última edição do “Jornal Nacional“, transmitida na noite desta quarta-feira (10), o âncora contou que, devido às enchentes que tomaram as ruas do Rio de Janeiro depois da tempestade de segunda (8), pegou carona com um caminhão de reboque para chegar ao estúdios da Rede Globo.

Bonner revelou durante o telejornal que precisou andar em meio à rua alagada para ir trabalhar. Foi então que ele recebeu a ajuda inusitada. “Eu mesmo vim a pé. E vindo pra cá, no meio da rua Jardim Botânico, tentando vir por onde tinha menos água, quando eu estava naquela situação de escolher exatamente o meio da pista, surgiu um caminhão guincho com plataforma, um reboque. E o motorista parou e gentilmente me permitiu subir na boleia pra atravessar o aguaceiro”, relata.

Sua colega de bancada, Giuliana Morrone, também compartilhou com os espectadores momentos de sufoco para chegar à emissora. “Eu usei meus braços fortes para empurrar o carro da nossa amiga, que ficou surfando nas águas em plena chuvarada”, relembra. 

Bonner ainda usou o espaço do telejornal para agradecer a ajuda. “Agradeço agora imensamente também por esse gesto simples, mas muito oportuno de solidariedade”.

Leia mais: Repórter da Globo faz desabafo após longas horas debaixo da chuva

+ Danilo Gentili é condenado a seis meses de prisão em caso Maria do Rosário

Siga CLAUDIA no Youtube

Continua após a publicidade
Publicidade