CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

Meghan Markle vence batalha contra jornal que expôs sua intimidade

Processo ocorreu após o jornal britânico Mail on Sunday publicar uma carta que Meghan escreveu ao pai após seu casamento com Harry

Por Sarah Catherine Seles Atualizado em 6 jan 2022, 15h39 - Publicado em 6 jan 2022, 15h38

Meghan Markle ganhou o processo legal contra o jornal britânico Mail on Sunday, que aceitou um acordo de pagamento. A batalha legal foi movida pela duquesa de Sussex após ter sua intimidade violada.

A editora do veículo, Associated Newspapers, pagará à esposa do príncipe Harry uma indenização simbólica no valor de 1 libra pelo uso indevido de suas informações pessoais. Uma quantia não especificada também será paga pela violação dos direitos autorais pela publicação de uma carta que Meghan escreveu ao pai (relembre aqui).

Na carta publicada em 2018, pouco após seu casamento com o príncipe Harry, a duquesa pedia ao pai que parasse de mentir na mídia sobre o rompimento dos dois.

Um porta-voz da duquesa informou que a quantia é “significativa” e será destinada a organizações de caridade. Após a decisão oficial em 2 de dezembro, Meghan afirmou que “esta é uma vitória não apenas para mim, mas para qualquer um que já sentiu medo de defender o que é certo”.

Meghan e Harry em NY
Foto: Roy Rochlin/Getty Images
Continua após a publicidade

 “Embora essa vitória seja o estabelecimento de um precedente, o que mais importa é que agora somos coletivamente corajosos o suficiente para remodelar uma indústria de tablóides que condiciona as pessoas a serem cruéis e lucra com as mentiras e a dor que elas criam”, continuou a duquesa de Sussex.

Segundo a BBC, o documento entregue pelo advogado do editor do jornal aos repórteres confirma formalmente que ele, que antes planejava recorrer ao Tribunal Supremo, aceita sua derrota definitiva.

MEGHAN
(Foto: Chris Jackson)/Getty Images

De acordo com um documento judicial entregue pelos advogados, além da indenização a editora terá que pagar até 7 de janeiro todos os custos judiciais do processo, que somam cerca de 300 mil libras esterlinas (o equivalente a 407 mil dólares).

“Desde o primeiro dia, tratei este processo como uma medida importante do certo contra o errado. O réu o tratou como um jogo sem regras. Quanto mais eles se arrastavam, mais podiam distorcer os fatos e manipular o público (mesmo durante o próprio recurso), tornando um caso direto extraordinariamente complicado para gerar mais manchetes e vender mais jornais – um modelo que recompensa o caos acima da verdade. Nos quase três anos desde que isso começou, tenho sido paciente. de engano, intimidação e ataques calculados”, disse Meghan em sua declaração.

Continua após a publicidade

Publicidade