Clique e assine Claudia a partir de R$ 5,90/mês

Médico de Gugu revela a situação que o apresentador chegou ao hospital

Segundo Guilherme Lepski, o estado do Gugu era pior do que pensava

Por Da Redação - Atualizado em 17 fev 2020, 11h21 - Publicado em 26 nov 2019, 13h16

O médico Guilherme Lepski, chamado pela família de Gugu Liberato para analisar o estado crítico do apresentador na semana passada, revelou mais detalhes sobre a situação que encontrou ao chegar em Orlando, nos Estados Unidos. Segundo ele, a situação era pior do que ele pensava. 

Não perca o que está bombando nas redes sociais

Em uma entrevista, Lepski informou que o apresentador não chegou morto o hospital, porém o seu estado neurológico era grave. “Fui com esperança de poder transportá-lo e tratá-lo no Brasil, já tinha uma equipe pronta aqui, mas a situação que encontrei era mais grave. O que se colocou é que ele tinha morte encefálica pelos critérios americanos e brasileiros”, explicou o médico, em entrevista ao programa Fofocalizando.

Lepski explicou que, de acordo com os relatos, Gugu pode ter batido a cabeça em dois momentos diferentes. “O que sei, pelo relato de pessoas que viram a casa, é que tinham marcas de traumatismo craniano, cabelo e sangue, em uma pilastra que estava embaixo (do lugar em que ele caiu)”, ressaltou o médico.

Em uma entrevista ao Fantástico, Lepski revelou que o que aconteceu com Gugu não foi algo usual. “Numa altura de 3 metros e meio, 4 metros caindo em pé, um adulto, a gente espera uma fratura de calcanhar, eventualmente uma fratura de bacias. Então para ter acontecido o que aconteceu, na gravidade que aconteceu, eu acho que ele deve ter desfalecido num dos momentos iniciais da queda, possivelmente bateu a cabeça contra o teto e aí desfaleceu”, explicou.

Continua após a publicidade

A assessoria de imprensa da família informou que o corpo de Gugu Liberato foi liberado pelo instituto responsável pelos laudos locais. Toda a documentação foi assinada pelo filho mais velho do apresentador, João Augusto Liberato, de 18 anos. 

A herança deixada por Gugu à família

Reprodução/Instagram

O apresentador deixou uma herança milionária para sua esposa, Rose Miriam, e os três filhos, João Augusto, 18 anos, e as gêmeas, Marina e Sofia, de 15 anos. 

O patrimônio de Gugu, que, além de apresentador, também possuía diversos empreendimentos, é avaliado em R$ 170 milhões, que legalmente, é de direito de sua família. 

Em março deste ano, Gugu apareceu na lista divulgada pela revista Forbes, como uma das dez celebridades brasileiras com os maiores patrimônios. Ele ocupou a sétima posição, na frente de Ana Maria Braga, com R$ 105 milhões, e Roberto Justus, com R$ 45 milhões.

Leia também: Rodrigo Faro fala sobre audiência durante homenagem a Gugu e é criticado

“Fomos adversários, jamais inimigos”, diz Faustão sobre relação com Gugu

Continua após a publicidade
Publicidade