Marielle Franco: como vereadora será homenageada no Carnaval 2019

Vereadora foi morta com quatro tiros na cabeça em março deste ano

A Estação Primeira de Mangueira escolheu na noite do último sábado (13) o samba-enredo que irá apresentar no Carnaval 2019. Com uma letra que irá contar a história do Brasil, a escola de samba deverá trazer o nome da vereadora Marielle Franco em, ao menos, 14 passagens da composição, segundo informações do G1.

Caso Marielle

Marielle com quatro tiros na cabeça. Além dela, o motorista Anderson Gomes, que dirigia carro na saída de evento com outras mulheres negras, também morreu, com três tiros nas costas.

O crime aconteceu no dia 14 de março de 2018. Até o momento, o Ministério Público do Rio de Janeiro identificou o biotipo da pessoa que disparou contra a vereadora do PSOL Marielle Franco e o motorista. Os investigadores também identificaram novos locais pelos quais o carro utilizado no crime circulou.

Samba com Marielle

Intitulado “História pra ninar gente grande”, o enredo da Mangueira é de autoria do carnavalesco Lenadro Vieira e a letra da música que embalará a passagem da escola pela Marquês de Sapucaí é escrita por Deivid Domênico, Tomaz Miranda, Mama, Marcio Bola, Ronie Oliveira e Danilo Fimino.

A ideia é contar a história do Brasil desde sua descoberta, em 1500, até a atualidade. Além de Marielle, outras personagens femininas fortes serão citadas, como Dandara dos Palmares, mulher negra que lutou contra o regime de escravidão, Luíza Mahin, líder de lutas pelo direitos dos negros na Bahia, entre outras lideranças.

Leia mais: A viúva de Marielle