CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

Flávia Alessandra fala sobre a dublagem de ‘Red: Crescer é uma Fera’

Animação disponível no Disney+ é perfeita para assistir com toda a família

Por Sarah Catherine Seles 26 mar 2022, 08h57

A animação da Disney e Pixar, Red: Crescer é uma Fera, estreou no Disney+ em 11 de março para todos os assinantes da plataforma. O longa, dirigido pela vencedora do Oscar® Domee Shi e produzido por Lindsey Collins, conta a história de Mei Lee, uma garota de 13 anos dividida entre continuar sendo uma filha obediente e o caos da adolescência. Além das mudanças da puberdade, sempre que passa por fortes emoções, ela se transforma em um panda vermelho gigante. Ming é sua mãe, uma pessoa superprotetora e um pouco autoritária, que nunca está longe da filha, personagem dublada pela atriz Flávia Alessandra. Os atores Ary Fontoura e Rodrigo Lombardi também fazem parte do elenco do filme, dublando respectivamente o Sr. Gao e Jin.

red
Disney e Pixar/Divulgação

“Ming é uma mistura de todas as fortes mulheres asiáticas de minha vida”, diz Domee Shi, diretora do longa. Flávia comenta que não se parece muito com Ming, a mãe da personagem principal, mas que se identifica com ela em vários momentos. “Eu acho bacana porque é um filme que retrata muito essa relação de mãe e filha e fala de questões tão fundamentais hoje na nossa sociedade, como a menstruação, o despertar de um feminismo”, conta.

Flávia define a experiência como “deliciosa” e admira a arte da dublagem. “Quando fiz o teste e recebi as cenas, na hora fiquei empolgada para que desse certo eu conseguisse fazer essa personagem, vibrei quando falaram que deu certo”, lembra.

View this post on Instagram

A post shared by Disney+ Brasil (@disneyplusbr)

A dublagem é um processo diferente para nós atores, que estamos acostumados com a interpretação num todo, quando a gente tem corpo e é muito de expressão corporal. Então, o grande desafio é a gente conseguir concentrar toda aquela energia, aquela emoção, só na fala”, explica Flávia.

Durante o processo de dublagem, a atriz pediu Bao, o prato asiático, para comer todos os dias. Flávia usou o prato, do curta-metragem da Pixar Bao, da mesma diretora, para mergulhar na personagem. “Eu amo desenhos, me envolvo e me emociono e já amava o outro filme da Domee Shi”, conta.

O filme é perfeito para assistir com toda a família e foi isso que Flávia fez alguns dias após a estreia. E você, já assistiu?

Continua após a publicidade

Publicidade