Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Beyoncé e Blue Ivy entram para a história do Grammy

Mãe e filha venceram a categoria de melhor videoclipe com Brown Skin Girl. Queen B ainda se tornou a maior vencedora da premiação

Por Da Redação Atualizado em 15 mar 2021, 10h26 - Publicado em 15 mar 2021, 09h30

A família Carter consolidou sua grandiosidade na noite deste domingo (14) durante o Grammy. A vitória de Beyoncé na categoria Melhor Performance R&B com Black Parade fez com que a artista se tornasse a maior vencedora de todos os tempos do prêmio. No total, Queen B acumula 28 gramofones douradas.

Além disso, a cantora também venceu nas categorias de Melhor Canção de Rap e Melhor Performance de Rap com Savage Remix, de Megan Thee Stallion.

Antes da mãe bater esse recorde, Blue Ivy, filha da cantora, também deixou seu nome cravado na história da premiação. Aos 9 anos, ela venceu a categoria de Melhor Videoclipe com Brown Skin Girl e se tornou a segunda pessoa mais nova a levar uma estatueta.

O primeiro lugar é de Leah Peasall, das Irmãs Peasall. Em 2000, aos 8 anos, a cantora venceu o Grammy pela trilha sonora do filme E Aí, Meu Irmão, Cadê Você?.

Continua após a publicidade

Brown Skin Girl, que é uma parceria dela com Beyoncé, Saint Jhn e Wizkid, faz parte do álbum visual Black is King, de Beyoncé, que se inspirou no remake do live action de Rei Leão.

Podemos dizer que Blue Ivy ainda bateu um recorde familiar, já que o seu pai, Jay-Z, ganhou o primeiro Grammy aos 29 anos e sua mãe conquistou a primeira estatueta com 19.

“Como artista, acredito que é meu trabalho e o trabalho de todos refletir os tempos, e tem sido tempos tão difíceis, então quero homenagear os reis e rainhas negros que me inspiram. […] Blue ganhou um Grammy hoje, estou tão orgulhosa de vocês”, disse Beyoncé.

  • Como conviver com a endometriose

    Continua após a publicidade
    Publicidade