Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

“Se não mudarmos, é o fim”, diz Jane Goodall sobre os hábitos dos humanos

A aclamada primatóloga frisa que essas mudanças são urgentes. "Chegamos ao limite da nossa relação como o mundo natural", aponta

Por Da Redação - Atualizado em 5 jun 2020, 17h13 - Publicado em 5 jun 2020, 17h00

Na semana do meio-ambiente, a primatóloga, etóloga e antropóloga britânica Jane Goodall fez um alerta: “Nós mesmos causamos o que está acontecendo por causa do nosso absoluto desrespeito pelos animais e pelo meio-ambiente. Nosso desrespeito pelos animais selvagens e nosso desrespeito pelos animais confinados criaram essa situação onde doenças podem acabar afetando seres humanos”.

Segundo Goodall ressalta em uma entrevista ao jornal The Guardian, a super exploração do mundo natural, com o desmatamento das florestas, a extinção de várias espécies e habitats naturais destruídos tiveram grande influência na pandemia da Covid-19. Ela lembra que a teoria mais forte para a origem do vírus é a de que tenha sido transmitido dos animais para os humanos no ano passado, possivelmente em uma feira de carnes em Wuhan, na China. O confinamento intensivo de animais em fazendas também colaborou para o cenário atual, uma vez que a criação desses animais teria ligação com bactérias resistentes que ameaçam a saúde humana.

“Se não mudarmos, é o fim. Não conseguiremos ir muito longe assim”, ela disse.

A ambientalista ainda ressaltou a importância de erradicar a pobreza, que também impacta no mundo natural. Pessoas sem alternativa e desesperadas para alimentar suas famílias vão desmatar para sobreviver e, em áreas urbanas, terão problemas de saneamento e alimentação, ela lembra. Goodall também alerta para o fato de que as guerras e a violência como um todo aumentam a destruição da natureza, assim como o consumo desenfreado.

Continua após a publicidade

“Chegamos ao limite da nossa relação como o mundo natural”, ela disse, lembrando que há uma pequena janela para a mudança radical antes de um desastre maior. “Uma das lições dessa crise [a pandemia] é que temos que mudar nossos hábitos. Os cientistas nos alertam para evitar crises futuras através de alterações profundas de nossas dietas, de mudar para alimentação mais vegetarianas. Pelo bem dos animais, do planeta e da saúde das crianças”.

Publicidade