Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

Milena, da Turma da Mônica, se transforma em Adriana Barbosa

Adriana Barbosa, que criou a Feira Preta, espaço mais importante para afroempreendedores no Brasil, é homenageada no projeto "Donas da Rua da História"

Por Ana Carolina Pinheiro - Atualizado em 25 jul 2020, 18h24 - Publicado em 25 jul 2020, 18h12

Dia da Mulher Negra Latino-Americana Caribenha, Dia de Tereza de Benguela e Dia Nacional da Mulher Negra. Desde 1992, 25 de julho marca o caminho de luta por direitos percorrido de gerações a gerações por essas mulheres.

O projeto da Mauricio de Sousa Produções, Donas da Rua da História, tem no seu DNA reconhecer essa trajetória, que busca equidade e respeito, por meio de personalidades. Por isso, neste sábado (25), Adriana Barbosa, criadora da Feira Preta e vencedora do Prêmio CLAUDIA 2019 na categoria Empreendedorismo e Negócios, foi representada pela personagem Milena, da Turma da Mônica, e entrou para o hall de homenageadas da Donas da Rua. 

Divulgação/Maurício de Sousa Produções

No Instagram, a empresária compartilhou o cartaz de Milena caracterizada como ela. “Caracaaaas, eu fiquei tão emocionada, mas tão emocionada que não tem noção o que isso significa. A minha filha ela ama a Milena, porque é a síntese da representatividade”, escreveu Adriana, que é formada em gestão de eventos e, em 2002, com pouco mais de 20 anos de idade, criou a maior feira negra do Brasil.

A líder da turma do Limoeiro nos quadrinhos e diretora executiva da Mauricio de Sousa Produções na vida real, Mônica Sousa, comenta que “é extremamente gratificante poder homenagear a criadora de uma plataforma tão importante para o empreendedorismo e para o movimento negro no Brasil. Trazer mais visibilidade a mulheres notáveis para que sejam exemplo e incentivem outras mulheres é nosso papel não apenas como empresa, mas como cidadãos”, afirma.

Continua após a publicidade

Para conferir a história e ilustração de todas as mulheres homenageadas pelo projeto Donas da Rua e Donas da Rua da História, é só acessar o site da iniciativa.

Publicidade