Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Obras de Francisco Brennand são furtadas de um parque, no Recife

As peças de esculturas em bronze doadas pelo artista desapareceram esta semana. Entre elas, partes de uma serpente e de um conjunto de pássaros

Por Da Redação Atualizado em 4 dez 2020, 21h04 - Publicado em 4 dez 2020, 20h38

O Parque das Esculturas Francisco Brennand, um dos principais pontos turísticos do Recife, e que abriga mais de 90 obras do artista, teve várias de suas peças furtadas esta semana. Uma enorme serpente de bronze, de 20 metros de comprimento e 1,5 metro de altura, foi vandalizada e teve algumas partes retiradas. Um pelicano, de um conjunto de pássaros, também foi levado. A Delegacia de Boa Viagem investiga o desaparecimento das obras, que são um enorme patrimônio cultural.

Pernambucano, Francisco de Paula Coimbra de Almeida Brennand é um dos mais aclamados artistas plásticos brasileiros. Desenvolveu trabalhos magistrais em desenhos, pinturas, tapeçarias, gravuras, ilustrações, esculturas e se tornou mundialmente conhecido por fabulosas cerâmicas. Ganhou diversos prêmios nacionais e internacionais, como o Prêmio Gabriela Mistral, concedido pela Organização dos Estados Americanos (OEA), em reconhecimento ao conjunto e à singularidade das suas obras, muitas vezes retratando em sua temática, e elevando à categoria de arte, a vida simples do povo. 

O Instituto Oficina Cerâmica Francisco Brennand divulgou hoje (04) uma nota, lamentando o furto e o estado de abandono do parque:

“É com profunda indignação, mais uma vez, que o Instituto Oficina Cerâmica Francisco Brennand tomou conhecimento de novo ato de vandalismo ao Parque das Esculturas Francisco Brennand, dessa vez o inconcebível furto de conjunto único de esculturas doadas pelo artista Francisco Brennand. Projetado pelo artista a pedido da Prefeitura do Recife no marco dos 500 anos da chegada dos portugueses ao Brasil, o Parque das Esculturas Francisco Brennand foi inaugurado em 2000 – com mais de 90 obras – tornando-se um dos mais visitados pontos turísticos da cidade. Desde sua inauguração, o espaço sofre recorrentemente com ações de vandalismo e depredações pela falta de zelo e manutenção do poder público, transformando o que seria um cartão postal da cidade em um lugar de abandono e insegurança. O descaso com um patrimônio dessa dimensão, símbolo de uma cidade e situado no seu marco zero, é uma ofensa à população de Recife e um sintoma da incapacidade do poder público de zelar pelo bem comum. É imprescindível que as autoridades públicas competentes tomem as devidas providências para recuperar o conjunto de esculturas, que as obras sejam refeitas e reinstaladas, e as melhorias na conservação e na segurança do espaço sejam implementadas de forma permanente. Esperamos que tais medidas sejam tomadas em caráter de urgência, a população de Recife não merece tamanho desrespeito com um dos seus principais patrimônios artísticos e culturais.”

Foi lançada também uma campanha nas redes sociais, mostrando a indignação da população do Recife com o estado de má conservação e insegurança na área do parque.  A obra mais famosa do Parque das Esculturas é a Torre de Cristal, que tem 32 metros de altura e possui em seu topo uma flor tropical. Um dos cartões-postais da cidade. 

Continua após a publicidade
Parque das Esculturas
Instagram/Reprodução
Parque das Esculturas
Instagram/Reprodução

A obra genial de Brennand está presente em muitas cidades, mas, em Recife, sempre foi um marco. Durante muitos anos, ele recebeu o público pessoalmente em seu ateliê e museu, que construiu numa antiga olaria herdada do pai, no bairro da Várzea. Um complexo encantador, pelo espaço e pelos trabalhos que iam sendo acumulados ali, a céu aberto, e que acabou se tornando um ponto turístico importante na capital pernambucana.

Na cidade de São Paulo, há esculturas de Brennand na Avenida Paulista, na estação metrô Trianon-Masp, e em um jardim no bairro de Pinheiros, em frente ao prédio do Sesc. 

Francisco Brennand morreu há cerca de um ano, no dia 19 de dezembro, aos 92 anos, após complicações de uma infecção respiratória.

  • O que é mieloma múltiplo e como tratá-lo

    Continua após a publicidade
    Publicidade