CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

Toda a versatilidade do omelete

Fazer omelete é fácil, mas quem foi que inventou esse prato simples e salvador? Saiba curiosidades sobre a delícia e confira receitas inovadoras!

Por Redação M de Mulher Atualizado em 16 jan 2020, 05h31 - Publicado em 13 jan 2013, 21h00

A origem da omelete é controversa. Segundo uma pesquisa realizada na Universidade de Cambridge (Inglaterra), por exemplo, os ingleses reivindicam a paternidade da receita para o médico Oswald Mellet, que teria sido dono de um restaurante com pratos à base de ovos e em cuja placa da entrada lia-se “Dr. O. Mellet”.

Há quem acredite ainda que a omelete tenha sido criada na Pérsia (atual Irã) e chamada de kookoo (lê-se kuku). Esse prato teria viajado pelo Oriente Médio, norte da África e Europa, e recebido muitas adaptações. Na França do século 17, ela foi batizada de omelette, uma variação de lamelle, que significa pequena lâmina.

Aliás, os franceses tornaram-se mestres no preparo da omelete, especialmente a baveuse, mais cremosa por dentro, servida como entrada, primeiro prato ou sobremesa (a versão doce). A receita mais célebre deles é a de Madame Annette Poulard, servida até hoje no hotel-restaurante Mère Poulard, aberto por ela e o marido no sopé do Mont Saint Michel, na Normandia.

Já na Espanha, usam diversos ingredientes misturados aos ovos crus e a chamam de tortilla, nome que recebe também no Marrocos.

Omelete para sair da mesmice

Continua após a publicidade

Publicidade