CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 12,90/MÊS
Rachel Jordan Referência no mercado de consultoria de imagem, Rachel Jordan é especialista em comportamento profissional e atua como consultora, mentora e palestrante para empresas e pessoas que desejam desenvolver suas habilidades emocionais e alavancar a carreira. Co-autora do Livro À Sua Moda – 4Talks, Rachel também ministra cursos e workshops na área

O valor de celebrar o Natal em família após a fase mais severa da pandemia

A colunista Rachel Jordan reflete sobre a importância da união nas festas de fim de ano

Por Rachel Jordan Atualizado em 16 dez 2021, 14h01 - Publicado em 16 dez 2021, 13h50

Não há dúvidas de que neste 2021 as festas natalinas chegam com um clima diferente do ano anterior: vêm embaladas por uma grande expectativa e repletas de simbolismos para a maioria das famílias.

Afinal, será o primeiro Natal com familiares e amigos depois da fase mais severa da pandemia, quando todos precisaram ficar separados por mais de um ano como medida de proteção para mitigar a propagação da Covid-19.

Para muitas famílias o Natal será o momento do grande reencontro, o dia em que todos poderão finalmente se abraçar e festejar a alegria de estar ao lado das pessoas que lhe são caras, um momento de emoção e de agradecimento depois de tudo que vivemos por quase dois anos.

É claro que para muitas famílias também será um Natal de saudade e de lembranças das pessoas que partiram em função da pandemia ou por outras questões. A essas famílias, devemos demonstrar todo o nosso respeito, apoio e afeto.

Na verdade, tudo aquilo que soava natural para todos nós parece ter ganhado outro valor depois desse afastamento involuntário que fomos obrigados a cumprir em função da pandemia. Agora, com quase todos vacinados, estamos mais confiantes para celebrar. 

E não queremos perder nada, não é mesmo? Do tradicional amigo oculto aos preparativos da ceia de Natal, tudo parece ter um novo sentido para muitas (os) de nós. Redescobrimos a importância de valorizar ainda mais as pessoas que amamos. Até mesmo aqueles “rituais” que eram criticados por alguns e feitos de forma automática voltaram a ter valor.

Apesar das novas variantes que insistem em nos assustar a todo momento, experimentamos uma fase de respiro com os índices de contágio cada vez mais baixos. É hora de viver e de demonstrar os nossos sentimentos mais verdadeiros por aqueles que amamos. 

Continua após a publicidade

No entanto, é importante não nos esquecermos de que, apesar dos índices mais baixos de contágio, a pandemia ainda não acabou. Portanto, seja nas reuniões familiares ou em eventos, ainda devemos tomar certos cuidados. Se possível, comemore em locais abertos ou bem ventilados. As grandes festas ou eventos ainda exigem maior atenção da nossa parte.

E vocês, também estão vivenciando a expectativa do reencontro e da celebração das festas natalinas?

Convites

Se você vai receber em casa, ou se foi convidado para passar o Natal com familiares ou amigos, é importante estar atenta (o) a pequenos detalhes. Se for convidada (o), se ofereça para levar alguma bebida ou comida. Além de ser uma gentileza, é uma forma de colaborar com a festa e tornar a noite ainda mais agradável. Se estiver recebendo, é sempre bom saber se suas convidadas (os) têm alguma restrição alimentar. Em caso positivo, prepare pratos alternativos para que todos se sintam bem recebidos por você.

Looks

A escolha do look deve ser feita de acordo com o local onde você irá celebrar o Natal. Eventos familiares sugerem roupas mais informais, que deixem as pessoas mais à vontade para aproveitar bem a noite. Mas, atenção: isso não significa que devemos ir vestidas de qualquer jeito, mesmo em se tratando de um evento em família. Se foi convidado para um evento mais formal, procure seguir o Dress Code sugerido, assim você evita exageros ou mesmo aquela sensação de que errou completamente na escolha do look. Reuniões em locais de praia pedem modelos mais despojados, bem de acordo com o clima praiano. 

Amigo Oculto/Secreto

Adorado por uns e criticado por outros, o ritual do amigo oculto/secreto exige cuidado. Respeite as regras do jogo, todas previamente acordadas entre os participantes. Escolha o presente com carinho, pense no que irá agradar e surpreender positivamente o seu amigo oculto/secreto. Nada de tentar trocar o nome da pessoa sorteada, além de causar constrangimento aos demais é muito deselegante.

Celebração e afeto

Por mais que seja um momento de celebração e de reencontros, em alguns casos a reunião com familiares e amigos pode gerar alguns ruídos de comunicação. Faça a sua parte para que a noite seja só de alegria e de troca de afetos, nada de se envolver em conversas ou situações que causem qualquer mal-estar. Após um longo período separados, o momento é de celebração e sem espaço para tudo que não representa amor e respeito ao outro. 

Continua após a publicidade

Publicidade