Assine CLAUDIA por R$2,00/semana
Imagem Blog

Noéle Gomes Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO

A colunista Noéle Gomes reflete sobre ancestralidade, autoconhecimento e psicanálise.
Continua após publicidade

Faz o teu e BENÇA

Até porque não dá para pedir ajuda aos céus sem ter feito pelo menos a sua parte

Por Noéle Gomes
9 Maio 2023, 06h56

Cresci ouvindo as crianças da minha comunidade pedindo a “bença” aos seus mais velhos quando saíam de casa para ir a escola ou brincar na rua ou na casa do vizinho, cresci acreditando no poder da bença, mas aprendi cedo que não adianta pedir se eu não olhar para os dois lados da rua antes de atravessá-la.

E é sobre isso que te convido a refletir comigo hoje, sobre fazer o seu e bença.

Quantas vezes terceirizamos a nossa parte pelo simples fato de não querermos a responsabilidade sobre? Ou por que dá menos trabalho? Quantas vezes você deixou para o outro a tarefa que é sua, esquecendo que é quem faz que recebe? Quantas vezes você escolheu não fazer e fingir que não viu?

Dentro das sabedorias ancestrais há uma que muito me acalma, a de saber que fazer a minha parte gera benção, que quando eu sou responsável e comprometida com a minha parte, todo o universo se movimenta para realizar a parte dele e a vida se torna uma dança boa, leve e gostosa, mas então, por que dá dificuldade em fazermos o nosso?

Continua após a publicidade

Porque aceitamos que a vida do outro é mais interessante de acompanhar ou de julgar ou até mesmo de viver e ao olhar para fora, ao desejar o do outro, eu esqueço de caminhar meu próprio caminho e de fazer a minha parte.

Também há a parte da dúvida que assola a maior parte das pessoas, será que se realmente eu fizer o meu o universo vai fazer o dele? Será que só a minha parte é suficiente? Será que tudo que eu quero vai se realizar?

Dúvidas, preguiça e medo não geram bênçãos de vida, pelo contrário, as afastam, já se comprometer, fazer, realizar e confiar gera uma vida que é quase é uma dança de ritmo bom e engraçado e é aqui que a escolha é feita, a escolha de fazer ou não fazer, lembrando que toda escolha tem suas consequências.

Continua após a publicidade

Então com esse convite de refletir se você está ou não está fazendo o seu, se você está ou não está se comprometendo em ser melhor e, assim, melhorar tudo a sua volta, fica o chamado de um movimento íntimo e silencioso, o chamado da Bença.

Faz o teu amada, faz o teu sem olhar para o e SE ou o SERÁ, faz o teu e bença.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

O mundo está mudando. O tempo todo.
Acompanhe por CLAUDIA e tenha acesso digital a todos os títulos Abril.

Acompanhe por CLAUDIA.

Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Moda, beleza, autoconhecimento, mais de 11 mil receitas testadas e aprovadas, previsões diárias, semanais e mensais de astrologia!

Receba mensalmente Claudia impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições
digitais e acervos nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 12,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.