Clique e Assine CLAUDIA por R$ 9,90/mês
Imagem Blog

Martchela - Ministra do Namoro

Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
Jornalista, atriz e humorista, @martchela__ é apresentadora do Lambisgóia Cast
Continua após publicidade

Mulheres fortes também choram

Nós, consideradas fortes, somos assim porque o mundo nos obrigou a lutar

Por Martchela
8 jun 2024, 11h13

Eu quero uma mulher segura!

Será?

Ouvi de um amigo esses dias:

“Eu sou um homem que procura uma mulher:

  • que tenha o próprio salário;
  • da qual me orgulhe da profissão;
  • que fale, saia e se comunique;
  • que seja moderna;
  • use roupas diferentes e tenha seu próprio estilo;
  • conheça arte e estilistas autorais;
  • tenha seu próprio time;
  • tenha sua opinião;
  • e nunca se rebaixe a outro homem.”

Baixei os olhos e pensei comigo quantas vezes já ouvi isso, e logo emendei: “Então, depois de tudo isso, você a abandona.”

É o que vejo em 10 de cada 10 homens. Desde os que se relacionaram comigo aos que minhas amigas se relacionaram. Depois, eles procuram a imagem e semelhança de quem? Isso mesmo, da mãe deles.

É um fato: homens na casa dos 30+ procuram cuidadoras de dores, não parceiras independentes. Podemos ser tudo, menos maiores que eles.

Continua após a publicidade

Está achando exagero? Quantos homens você conhece que seguram a barra de ter uma mulher independente, dona de si ao seu lado? Eu conto nos dedos. A maioria esmagadora diz que sim, que almeja, sonha, mas depois de uma boa transa perde o interesse e se relaciona com uma mulher que não esteja à altura, mas sim atrás deles.

“Fala alto demais”, “tem opinião para tudo”, “respondona”.

Acredite, eu, MARTCHELA, assim no caps lock, já recebi um “não ouse responder essa mensagem, pois não haverá resposta ou te bloqueio”. Meu amor, não só respondi como também bloqueei logo em seguida. Chorei? Óbvio! Essa mensagem está engasgada até hoje na minha garganta e nada que faça, diga ou grite faz essa dor passar.

Somos fortes, mas não somos de aço. Quis voltar atrás, mas aquelas palavras me arrepiam até hoje.

Eu era legal, linda, com ótimas opiniões, forte, tenho meu salário, mas em alguma discordância, onde eu nem sabia o que estava acontecendo, implorei (sim, eu implorei) para entender, e recebi aquela mensagem.

Eles acham que, por passarmos mensagens, não sentimos, não nos acabamos, não choramos. Mal sabem… mulheres fortes também desmoronam, só que não temos tanto apoio, pois acham que nós não precisamos. Precisamos, inclusive até mais, porque o fardo vem mais pesado e sem afagos.

Continua após a publicidade

“Ah! Ela supera, olha as falas dela”…

Acredite, nós, consideradas fortes, só somos assim porque o mundo nos obrigou a lutar e temos algum senso de justiça. Também amamos. Também perdemos o rumo e a cabeça. Erramos e pedimos perdão. E sabe por que? Porque quando erramos, erramos melhor e sabemos, então sabemos perdoar e também pedir perdão quando vemos que vacilamos.

Vi recentemente um compilado de Gisele Bündchen chorando em diversas entrevistas ultimamente. Ela perdeu a mãe e se divorciou, e teve gente que veio zombar por ela ser uma superestrela e não saber o que é dor de verdade.

Oi? O que é dor de verdade? Ela perdeu pessoas que amava e que eram seu porto seguro. Ela é uma superestrela e tem o direito, como ser humano, de sofrer como nós.

Somos fortes principalmente porque somos empáticas. E a empatia é nosso super trunfo. 

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Moda, beleza, autoconhecimento, mais de 11 mil receitas testadas e aprovadas, previsões diárias, semanais e mensais de astrologia!

Receba mensalmente Claudia impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições
digitais e acervos nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de 14,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.