Clique e Assine CLAUDIA por R$ 9,90/mês
Imagem Blog

A parte que me cabe

Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
Idealizadora do @namastreta, a jornalista Caroline Apple trilha o caminho da autorresponsabilidade nos relacionamentos
Continua após publicidade

Ele não está confuso. Talvez você esteja

Quando alguém se diz "confuso" e que não sabe o que quer, é comum (e frustrante!) a gente buscar maneiras de manter a esperança pulsando

Por Caroline Apple
8 ago 2022, 17h18

Olha, eu não queria ser a portadora da má notícia, mas sabe esse homem que você insiste em dizer que te ama, mas não fica contigo porque “está confuso”? Então, você já parou para considerar que talvez ele saiba exatamente o que quer, mas você não aceita e, por isso, cria um cenário de confusão para manter o benefício da dúvida ao seu favor? Puxado, né?

É muito comum a gente buscar maneiras de manter a esperança pulsando. Isso não significa que este homem realmente não esteja confuso, mas a pergunta é até quando você vai se deixar envolver pela suposta confusão de outra pessoa só porque ela aparentemente abre precedentes para a realização do seu desejo.

Eu vivi uma história assim por quatro anos e acompanhei várias outras histórias semelhantes durante a vida toda, então, acredito que esse processo não deve ser novidade para você.

Continua após a publicidade

O que acontecia comigo é que eu era invadida por uma tristeza profunda quando me dava conta que aquele sentimento não iria ser vivido como eu gostaria. Foi então que comecei a criar “manobras” para manter o pulso. A eterna dúvida parecia doer menos do que o iminente “fim”. E fim entre aspas mesmos, porque essas histórias sempre são sobre algo que sequer começou ou que já acabou faz tempo. Mas não acabou dentro da gente e ficamos buscando formas cada vez mais “criativas” de nos mantermos ligadas a esses desejos.

E não estou tirando a responsabilidade do outro lado de alimentar essa situação com migalhas que parecem verdadeiros banquetes para quem tem fome. Mas é sobre a nossa escolha de seguir se enganando. Convenhamos. A gente já sabe. Está tudo dito. E precisamos buscar quem dentro de nós estamos atendendo na hora que decidimos fechar os olhos para os fatos para embarcar num conto de fadas, no qual amanhã o camarada vai acordar e topar viver esse romance. Isso pode acontecer? Pode. Mas essa ínfima possibilidade não pode nos aprisionar. Não pode servir de sustentação.

Couple Burnout
(Getty Images/Getty Images)

Se você acha que ele está confuso e que você sabe o que quer, que tal pegar toda essa certeza, assumir as rédeas da sua história, mudar o rumo e seguir sua jornada? 

A confusão é um campo fértil para a ilusão e um solo árido para o amor. Se essa história for sua, na hora certa ela vai se apresentar. Você não precisa ficar de prontidão esperando alguém decidir o seu futuro. Aperta o passo e segue o teu caminho. Há novos amores por aí!

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Moda, beleza, autoconhecimento, mais de 11 mil receitas testadas e aprovadas, previsões diárias, semanais e mensais de astrologia!

Receba mensalmente Claudia impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições
digitais e acervos nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de 14,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.