CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 12,90/MÊS
Ana Claudia Paixão A jornalista Ana Claudia Paixão (@anaclaudia.paixao21) fala de filmes, séries e histórias de Hollywood

Nicole Kidman em Being The Ricardos: o desafio de viver Lucille, não Lucy

A premiada atriz interpreta Lucille Ball, estrela de “I Love Lucy”, em nova série da Amazon Prime Video

Por Ana Claudia Paixão Atualizado em 14 jan 2022, 11h03 - Publicado em 14 jan 2022, 11h00

Em 2020, quando foi anunciado que Nicole Kidman iria interpretar Lucille Ball no cinema, fui uma das defensoras e escrevi sobre isso aqui em CLAUDIA. Nicole é uma atriz que raramente erra na escolha de seus projetos, mas quando interpretou Grace Kelly há alguns anos, nem mesmo seu inegável talento superou um argumento fraco para o filme.

Leia também: Nicole Kidman vai estrelar nova série dramática

No caso de “Being the Ricardos” (da Amazon Prime Video), a atriz ganhou a benção dos filhos de Lucille e Desi Arnaz, o que não é pouco. Foi encorajada a “interpretar” Lucille, não a imitá-la, porque o que o filme pretende mostrar é justamente o lado que não era tão conhecido da atriz, não a personagem adorada do sitcom, Lucy. Infelizmente, ficou no meio do caminho e está lidando com duras críticas. Ainda assim, venceu o Golden Globes como Melhor Atriz, tirando o prêmio da favorita, Kristen Stewart e aumentando sua chance de uma indicação ao Oscar.

Nicole Kidman interpreta Lucille Ball em “Being the Ricardos”, nova produção da Amazon Prime Video
Nicole Kidman interpreta Lucille Ball em “Being the Ricardos” | Foto: Amazon Prime Video/Reprodução

Para nós, estrangeiros, e especialmente as gerações mais novas, a importância de “I Love Lucy” – um dos maiores sucessos da televisão americana – pode não ter um grande peso, mas para Hollywood é até hoje referência obrigatória. Estrelado por Lucille Ball e seu marido, Desi Arnaz, o programa foi um marco da cultura mundial.

Como acontece com frequência, a imagem das telas é bem diferente da realidade. Lucille, ou Lucy, criou uma persona simpática e atrapalhada que era o oposto de seu temperamento forte, decidido, desbocado e corajoso. Se Lucy era um doce, Lucille era um horror. Estaria aí a força desconstrutiva de “Being the Ricardos”, que traz Javier Bardem como Desi Arnaz e se concentra nos bastidores da produção.

Pena que nem Nicole, nem Javier estejam no seu melhor aqui. Nas cenas dramáticas seguram a peteca, mas não têm veia cômica quando reproduzem o casal famoso no sitcom.

Continua após a publicidade

Se não é para ser uma biopic preocupada com detalhes, então não precisava ter tentado uma maquiagem em Nicole ou forçar o sotaque de Javier. Mas a falha, ao meu ver, está no roteiro, que pretende ser um documentário e fica ainda mais confuso por contar com atores diferentes para mostrá-los mais velhos.

Além disso, joga todas as polêmicas das vidas pessoais do casal – infidelidade, machismo, competição, inveja, liderança, vício em jogos – em uma única semana. Se você não conhece nada sobre eles, sai trocando as bolas.

Nicole Kidman interpreta Lucille Ball em “Being the Ricardos”, nova produção da Amazon Prime Video
Foto: Amazon Prime Video/Reprodução

Aaron Sorkin vem fazendo sua transição de séries para filmes e conseguiu indicações ao Oscar pelo “Os 7 de Chicago”, mas não encanta com “Being the Ricardos”. É sim um filme interessante sobre os bastidores de um dos maiores sitcoms já feitos, onde a precisão dos detalhes é o segredo do sucesso, mas falta a alma empática de seus protagonistas.

Chega a ser irônico que, ao longo do filme, Lucille brigue contra falsidade de piadas que quer mudar porque, ao seu ver, desrespeita a inteligência da plateia. É, de alguma forma o paralelo “Being the Ricardos”.

Por outro lado, se esquecermos Lucy Ricardo e focarmos apenas em Lucille Ball, é uma boa viagem no tempo para dar o crédito criativo de uma das maiores e mais respeitadas comediantes de todos os tempos. Tanto Nicole como Lucille mereciam mais, mas conhecer sua história ainda é importante.

Continua após a publicidade

Publicidade