CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

Projetos mostram como adaptar a casa para os pets com muito estilo

Veja exemplos de como deixar os pets à vontade por toda a casa ou apartamento – sem deixar o design e a decoração de lado

Por Marina Marques Atualizado em 4 mar 2022, 18h31 - Publicado em 5 mar 2022, 08h00

Os cães e gatos ganharam espaço não só em nossas vidas, mas também na casa – e põe espaço nisso! Com adaptações inteligentes, mas sem deixar o design de lado, esses projetos mostram como deixar os pets à vontade por todo o lar

Diversão segura

Com entradas escondidas, caminhos a serem explorados e integração de espaços, essa estante com nichos e prateleiras comprova que o tempo transformou os pets nos verdadeiros donos da casa (e alguém aí tinha dúvidas?).

Mais que um playground para os felinos, o móvel da foto veio de uma iniciativa dos moradores por uma mudança que trouxesse mais segurança para as três gatas – no apartamento anterior do casal, uma delas sofreu um acidente no fogão. No novo lar de ​​80 metros quadrados, o grande desafio, então, seria mantê-las longe da cozinha.

Estante com nichos para gatos, decoração para pets
Os itens de decoração, feitos de plástico e borracha, são posicionados estrategicamente para não serem derrubados | Foto: Mariana Orsi/CLAUDIA

O primeiro passo do escritório @studio_92arquitetura foi criar uma barreira física com a porta de correr em serralheria e vidro para fechar o cômodo e, ao mesmo tempo, integrá-lo com os outros ambientes da casa. Uma vez com a circulação limitada, o desenho da estante veio para entreter. “Nela, os gatos conseguem caminhar por boa parte da parede, com o acesso a apenas alguns nichos e prateleiras. Assim, as brincadeiras não afetam as partes que têm objetos de decoração”, explicam as arquitetas Debora Terra e Jessica Pereira. A peça em MDF e ferro traz aberturas circulares e inclui até uma caminha na parte superior, considerando que os gatos adoram repousar em lugares altos – e com uma vista privilegiada.

Conexões

Decoração adaptada para gatos - Pets
Esse quarto ganhou adaptações para os gatos se divertirem e gastarem energia | Foto: Mariana Orsi/CLAUDIA

Estudante de veterinária e mãe de três gatos, a habitante deste quarto de 10 metros quadrados fez somente dois pedidos às profissionais da @mab3arquitetura: pincelar tons de rosa e fazer com que os animais se sentissem à vontade no cômodo. “O desejo era por um espaço para os gatos circularem, se acomodarem e também terem passagem livre pela porta, para entrarem e saírem mesmo quando fechada”, contam as arquitetas.

Decoração adaptada para gatos - Pets
| Foto: Mariana Orsi/CLAUDIA

Assim, foi desenhado do zero um projeto que contemplasse todos esses itens. As profissionais também tiveram o cuidado de não optar por nenhum tecido ou revestimento com textura, diminuindo o risco dos bichanos engancharem as unhas. Fora a entradinha na porta, a marcenaria personalizada cria uma escada ao redor do quarto – a mesma madeira foi utilizada para as prateleiras com livros, deixando tudo com a mesma cara.

Decoração adaptada para gatos - Pets
Além das prateleiras, o projeto inclui uma longa “passarela” superior, que liga os dois lados da suíte | Foto: Mariana Orsi/CLAUDIA

Adaptações

Lavanderia adaptada para cachorro - decoração para pets
A lavanderia foi aproveitada para tornar-se o espaço de banho do Renzo | Foto: Gisele Rampazzo/CLAUDIA

O Renzo, que antes vivia numa casa com jardim, precisou aprender a usar o banheirinho na lavanderia. O espaço ganhou uma área reservada só para ele, com direito a ducha higiênica. “O vizinho gostou tanto da ideia que pediu um igual. Hoje, nossos cachorros são amigos”, conta a arquiteta Ana Carolina Cavalcanti (@_studioacdesign), tutora do cãozinho e responsável pelo projeto do próprio apartamento.

Porta de vidro adaptada para o cachorro - decoração para pets
Porta de vidro foi adaptada para dar passagem ao pet da casa | Foto: Mariana Orsi/CLAUDIA

Já Bianca Atalla e Fernanda Mendonça, arquitetas do @oliva.arquitetura, customizaram a porta de vidro que dá acesso à área de serviço. “A ideia é deixá-la quase sempre fechada, para não dar visibilidade para a lavanderia, mas sem impedir que o Oscar transite (por isso a abertura inferior). Ultimamente, a maioria dos clientes tem solicitado projetos que contemplem a rotina dos pets, então já pensamos nesse espaço junto com a reforma”, explicam elas.

Mesa de cabeceira adaptada para cachorro - decoração para pets
A Shakira ganhou um espaço confortável no quarto de seu dono | Foto: Mariana Orsi/CLAUDIA

E para abrigar a schnauzer Shakira com mais comodidade, a arquiteta Pati Cillo (@​​paticillo_arquitetura) criou uma caminha ao lado da cama de seu dono, aproveitando o recorte da mesa de cabeceira. O futon verde traz o mesmo tom da parede do cômodo. “Embora ela tenha onde dormir, a cama de casal não é muito alta, assim ela pode pular com facilidade”, explica.

Companhia perfeita

Quando começou a fazer o projeto deste apartamento, a arquiteta @cristianeschiavoni só foi descobrir a existência dos moradores felinos quando viu os potinhos de ração pela casa. O pedido da cliente pela “decoração zero” fez todo o sentido. Foi aí que Cristiane passou a sugerir escolhas espertas pensando no comportamento dos animais, o que norteou de forma natural os materiais dos acabamentos, principalmente na varanda de quase 8 metros quadrados.

Decoração adaptada para gatos - Pets
| Foto: Guilherme Pucci/CLAUDIA

“Temos que entender como cada pet precisa se relacionar com a casa, para então desenvolvermos o projeto. Os gatos, por exemplo, amam afiar as unhas”, comenta. A solução da especialista foi inserir um arranhador fixo na parede – discreto e em harmonia com a decoração –, evitando que os gatos recorressem aos móveis.

Arranhador para gato na decoração da casa
Os tecidos escolhidos são todos sintéticos e de pouca textura, para que os gatos não se interessem em arranhar. No sofá, por exemplo, foi usado suede | Foto: Guilherme Pucci/CLAUDIA

Já os nichos com escadinhas os ajudam a gastar energia e praticar exercícios, evitando que usem armários e prateleiras. Mas, claro, o espaço não é exclusivo dos gatos, ele também foi pensado para a família aproveitar para momentos de lazer e receber amigos. O grande futon com almofadas é um cantinho de relaxamento – foi acoplado a uma caixa que esconde o ar condicionado. “Criamos assim um ambiente útil, harmônico e visualmente bonito, já que o apartamento é todo integrado.”

Sempre juntas

Kate, cachorrinha da família, é a mascote da casa e também a paixão da filha do casal de moradores, e assim o quarto da menina recebeu uma casinha integrada à cômoda. Moderno e prático, o projeto foi feito do zero pela arquiteta @marina.carvalho.arquiteta.

Continua após a publicidade

Decoração de quarto infantil com espaço para pet, cachorro
| Foto: Evelyn Müller/CLAUDIA

“O nicho com futon fica integrado ao móvel, que faz as vezes de cômoda”, detalha. Marina conta que uma de suas preocupações é utilizar um bom revestimento nos projetos que incluem bichos como moradores, levando em conta questões como higiene, resistência e conforto para a locomoção – pisos escorregadios, por exemplo, podem agravar doenças de articulação, como a displasia.

“Como alguns pets sobem no sofá, nos preocupamos em utilizar tecidos resistentes, como suede, ultrasuede ou couro. Já para os tapetes, sempre recomendo tecido sintético ou sisal, que resultam em uma manutenção descomplicada”, aconselha a profissional.

Dose dupla

Quem visitar este apartamento paulistano vai perceber, logo de cara, que ele pertence a duas moradoras de quatro patas: Charlotte e Catherine. “O projeto foi feito para a cliente e suas duas cachorrinhas. Partindo disso, investigamos os hábitos dos pets, onde mais gostavam de ficar, para criarmos espaços especiais para elas”, explica Mariana Luccisano, do @studioconceptus.

Decoração da casa adaptada para os pets, cachorro
| Foto: Julia Ribeiro/CLAUDIA

Tudo começou por casinhas de marcenaria embutidas no móvel da TV, já que a sala era o cômodo preferido delas. Na foto acima, no terraço, foram criados futons com rodízios para que elas possam tomar sol na companhia de sua tutora.

Decoração da casa adaptada para os pets, cachorro
| Foto: Julia Ribeiro/CLAUDIA

A arquiteta teve o cuidado com as medidas para atendê-las confortavelmente, além de usar capas com tecidos mais encorpados que facilitam a lavagem e a vida útil das almofadas. Com um espaço de 110 metros quadrados, o apartamento permitiu criatividade, sempre considerando o bem-estar das moradoras. “Utilizamos piso de porcelanato pensando na resistência e facilidade de limpeza. O modelo com aparência de madeira reveste todo o apartamento (exceto o terraço), garantindo unidade visual e aconchego”, garante Mariana.

Decoração da casa adaptada para os pets, cachorro na varanda
Os futons foram confeccionados sob medida por um tapeceiro e, no revestimento, a escolha foi por tecidos mais resistentes | Foto: Julia Ribeiro/CLAUDIA

TENHA EM CASA

Objetos de decoração adaptados para pets, cães e gatos
Fotos: Divulgação/CLAUDIA

1) Manta de lona e detalhes em couro, Carbono Design, R$ 1 283,63

2) Mesa lateral toca para pet, Mobly, R$ 599,99

3) Niddus casinha para gatos, Tok&Stok, R$ 382,90

4) Casinha para pet em linho, Westwing, R$ 439,90

5) Petboo comedouro, Tok&Stok, R$ 35,90

Objetos de decoração adaptados para pets, cães e gatos
Fotos: Divulgação/CLAUDIA

6) Banco individual Animóvel, obj estúdio, R$ 1 930 (na Boobam)

7) Estante pet siamês, Mobly, R$ 899,99

8) Studio casinha para pet, Tok&Stok, R$ 315,90

9) Rack Angora, Mobly, R$ 799,99

10) Comedouro Animóvel, obj estúdio, R$ 699 (na Boobam)

*Preços checados em janeiro/2022 e sujeitos a alteração

Continua após a publicidade

Publicidade